InternetData CenterAssinante

Investigado por crime de homicídio é morto durante perseguição policial em Balneário Gaivota

Homem possuía passagens por tráfico, latrocínio, homicídio e outros crimes
Investigado por crime de homicídio é morto durante perseguição policial em Balneário Gaivota
Foto: Divulgação/Polícia Civil
Por Marcus Matildes Em 11/02/2024 às 20:18

Um homem foi morto durante o cumprimento de um mandado de prisão em Balneário Gaivota, neste domingo, dia 11.

Conforme informações da Polícia Civil, os agentes buscavam a captura do foragido pelo crime de homicídio. O suspeito estava com mandado de prisão em aberto por meio de uma investigação realizada pela Delegacia de Sombrio. Após informações de um possível local onde o investigado estaria, na região do Balneário Gaivota, ele foi encontrado dirigindo um veículo Chevrolet/Astra. Os policiais deram ordem de parada, mas o suspeito fugiu. No carro, estavam ainda a companheira e o filho do acusado.

Após a perseguição, o homem abandonou o veículo e entrou a pé em uma área de mata. Conforme a Polícia Civil, o suspeito segurava uma arma de fogo a todo momento. Após várias ordens de parada, ele não se rendeu. Os agentes, então, dispararam, e o homem foi morto no confronto.

Conforme os agentes, o suspeito era considerado de alta periculosidade, com diversas passagens policiais e já tendo trocado tiros com a polícia em outra ocasião. Ele possuía passagens por tráfico, resistência, desobediência, latrocínio e homicídio, além de ter 44 ocorrências em seu nome, quatro mandados de prisão já cumpridos e um ativo, além de um auto de prisão em flagrante, dois termos circunstanciados, dois inquéritos policiais e um procedimento quando era adolescente. Era, ainda, líder de uma facção criminosa.

Confira o que diz o delegado de Sombrio, Gabriel Luz Marcondes, sobre o caso: