InternetData CenterAssinante

Santa Catarina: operação em Araquari pode ter evitado mega assalto similar ao ocorrido em Criciúma

Três pessoas foram presas com dinamites, fuzis e carros roubados e blindados
Santa Catarina: operação em Araquari pode ter evitado mega assalto similar ao ocorrido em Criciúma
Foto: Divulgação/Polícia Civil
Por Lucas Renan Domingos Em 24/01/2022 às 19:08

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joinville, pode ter evitado mais um assalto a banco no Estado. Nesta segunda-feira, dia 24, três suspeitos foram presos em um galpão às margens da BR-280, em Araquari. Eles estavam com dinamites, fuzis e carros roubados e blindados. O delegado da DIC de Joinville, Murillo Batalha, acredita que a quadrilha realizaria no Norte catarinense um roubo semelhante ao ocorrido em Criciúma em 2020.

“Nós estávamos monitorando uma quadrilha desde o fim de dezembro do ano passado. Pelas informações colhidas durante as investigações e pelas apreensões realizadas, eles iriam fazer uma ação em alguma cidade próxima, seja Joinville, São Francisco do Sul, Araquari, nos mesmos moldes do crime que aconteceu em Criciúma”, contou o delegado.

Nesta segunda, três criminosos fizeram movimentações em um galpão às margens da BR-280 em Araquari. E foram abordados “Apreendemos três armas longas, que são três fuzis, uma pistola, diversos carregadores, muita munição, muito explosivo, seis carros de luxo blindados e roubados. Os carros, de acordo com as investigações, vieram de outros Estados. Os três presos, autuados em flagrante, também não são do nosso Estado. Vieram de outro Estado. Um já consta com um mandado de prisão ativo por uma ação similar na cidade de Araçatuba. É procurado pela Polícia Federal”, detalhou Batalha.

O trio preso é natural do Estado de São Paulo. A suspeita é de que eles fazem parte de uma quadrilha que se preparava para efetuar um mega assalto. As investigações ainda prosseguem.