InternetData CenterAssinante

Relíquias de Santa Teresinha passam por Tubarão

O trajeto incluiu algumas ruas da cidade até chegar no Santuário, no bairro Passagem
Relíquias de Santa Teresinha passam por Tubarão
Foto: CNBB/Reprodução
Por Jessica Rosso Crepaldi Em 19/03/2024 às 16:00

Nesta terça-feira, dia 19, as relíquias de Santa Teresinha visitaram a cidade de Tubarão, em Santa Catarina. Os restos mortais da santa chegaram no município nesta manhã, recepcionados por devotos brasileiros em uma carreata, acompanhada das forças de segurança. O trajeto incluiu algumas ruas da cidade até chegar no Santuário, no bairro Passagem.

Em sua terceira visita ao Brasil, as relíquias da santa francesa deve passar por mais de 70 cidades brasileiras. As relíquias chegaram ao país no dia 13 de janeiro e peregrinarão até 19 de outubro de norte a sul. 

Conforme informações da Arquidiocese de Florianópolis, as relíquias serão expostas entre hoje até o dia 25 de março, no Carmelo Cristo Redentor, em São José; em Florianópolis, na Catedral Metropolitana, na Paróquia Santa Teresinha (Prainha) e Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem (Saco dos Limões); e em Itajaí, no Carmelo Santa Teresa. 

Pedido da peregrinação

A peregrinação das relíquias de Santa Teresinha ao Brasil foi um pedido da Ordem dos Freis Carmelitas Descalços no Brasil. Segundo os carmelitas, 'o itinerário' da peregrinação 'foi organizado a partir da presença do Carmelo Descalço no Brasil', em 'lugares de referência' onde 'os frades, as monjas e os carmelitas seculares' estão presentes. Foram acrescentados outros lugares para que os fiéis participem, seja por proximidade ou comodidade deles.

A visita das relíquias da santa francesa ocorre no marco de dois jubileus, a celebração dos 150 anos do nascimento de Santa Teresinha, que foi comemorado em janeiro de 2023, e pela celebração dos 100 anos da sua canonização, que ocorrerá em 2025.

O relicário

O relicário que visitará a Arquidiocese de Florianópolis é uma urna em madeira, com detalhes em alto relevo e metal dourado. A urna é revestida de um acrílico transparente. O relicário contém alguns ossos do corpo de Santa Teresinha. O relicário possui sete alças (três em cada lateral e uma em cada extremidade) para ser carregado. Este relicário é destinado, desde 1994, a peregrinar pelo mundo, encaminhado diretamente da Basílica de Santa Teresa de Lisieux, na França.

Santa Teresinha é uma das santas mais conhecidas e viveu 24 anos. Na Exortação Apostólica C’est la confiance por ocasião do 150º aniversário do nascimento de Santa Teresinha, o Papa Francisco explica que a vida da santa foi simples, “passada primeiro em família e depois no Carmelo de Lisieux. A extraordinária carga de luz e amor, que irradiava da sua pessoa, manifestou-se logo depois da sua morte, com a publicação dos seus escritos e as graças inumeráveis obtidas pelos fiéis que a invocavam”.

Santa Teresinha de Lisieux

Santa Teresinha do Menino Jesus nasceu em Alençon (França), no dia 02 de janeiro de 1873. Morreu no dia 30 de setembro de 1897, com apenas 24 anos. Com a autorização do Papa Leão XIII, Santa Teresinha do Menino Jesus pôde entrar no Mosteiro das Carmelitas, em Lisieux, com apenas 15 anos de idade.

Padroeira das missões sem nunca ter saído do Carmelo, Santa Teresinha dedicou-se a rezar pela conversão das almas e pelos sacerdotes. Ela foi beatificada em 1923 e canonizada pelo Papa Pio XI em 1925.

A peregrinação das Relíquias de Santa Teresinha começou em 1997, ano do centenário da morte da santa, e já percorreu cerca de 70 países.

 

Confira a programação completa:

19 de março (terça-feira) – Solenidade de São José

17h: Acolhida das relíquias no Carmelo Cristo Redentor, em Picadas do Sul, São José
17h30: Santa Missa (Solenidade de São José)
19h: Veneração das Relíquias
20h: Santa Missa em honra a Santa Teresinha com participação das famílias
21h30 às 23h: Momento orante com poesias de Santa Teresinha cantadas por diversos grupos

20 de março (quarta-feira)

6h30: Santa Missa para os trabalhadores
7h30: Oração silenciosa e veneração das relíquias
8h: Oração do Terço – Mistérios Gozosos com reflexão dos Freis Carmelitas: o sorriso da Virgem
9h: Santa Missa com bênção de rosas
Oração de Santa Teresinha: Ano da Oração
11h: Oração silenciosa e veneração das relíquias
13h: Oração do Terço: Mistérios Luminosos
14h: Confissões e veneração das relíquias
15h: Terço da Misericórdia, com introdução dos Freis Carmelitas sobre o Amo misericordioso – Ato de Oferecimento ao Amor Misericordioso de Deus
16h: Santa Missa, com participação das crianças e bênção das coroinhas de Santa Teresinha; reflexão sobre a origem desta devoção
17h45 às 19h45: Oração do Terço: Mistérios Gloriosos; veneração das relíquias e oração silenciosa
20h: Santa Missa com bênção das rosas
21h30: Terço Vocacional, adoração ao Santíssimo Sacramento e vigília de oração com participação da juventude

21 de março (quinta-feira)

7h: Santa Missa
8h: Veneração das relíquias e confissões; reflexão com Freis Carmelitas sore a Exortação Apostólica “C’est la confience”, do Santo Padre Papa Francisco
9h30: Santa Missa de encerramento com participação dos religiosos, sacerdotes e vocacionados
11h (aproximadamente): Translado para Catedral Metropolitana, no centro da capital

12h (aproximadamente): Chegada das relíquias na Catedral
12h15: Santa Missa pela família catarinense, presidida pelo bispo auxiliar, Dom Onécimo Alberton
13h: Oração do Terço e visitação às relíquias
15h: Santa Missa pelas Vocações Missionárias, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Wilson Tadeu Jönck
16h30: Procissão das Rosas até a Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, na Prainha, em Florianópolis

17h (aproximadamente): Chegada das relíquias na Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, na prainha, e veneração
18h: Liturgia das Horas
19h: Terço dos Homens
20h: Santa Missa
21h30: Veneração das relíquias
22h: Carreata em direção a Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, Saco dos Limões, Florianópolis

23h: Veneração das relíquias na Igreja Matriz da Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, no Sacos dos Limões

22 de março (sexta-feira)

6h: Missa Penitencial
7h às 12h: Veneração das relíquias e momentos de oração
12h15: Missa pelos Trabalhadores
13h às 20h: Veneração e oração
20h: Missa votiva a Santa Teresinha do Menino Jesus
21h às 23h: Veneração e oração

23 de março (sábado)

8h: Veneração às relíquias e momentos de oração pessoal
9h: Missa de envio do relicário
10h: Saída do relicário rumo à cidade de Navegantes (Diocese de Blumenau)

24 de março (domingo)

9h (aproximadamente): Chegada das relíquias no Carmelo Santa Teresa, em Itajaí
10h (aproximadamente): Pregação sobre Santa Teresinha
14h: Santo Rosário meditado com textos de Santa Teresinha
15h: Santa Missa
16h: Santo Rosário meditado com textos de Santa Teresinha
17h: Santa Missa
18h: Pregação sobre Santa Teresinha
19h: Encerramento das visitas

25 de março (segunda-feira)

6h15: Aberto para visitas
7h: Santa Missa
8: Pregação sobre Santa Teresinha
8h30: Tempo para visitas e devoções pessoais
12h: Santa Missa
14h: Saída das relíquias para Curitiba
OBS.: Enquanto as relíquias estiverem no Carmelo Santa Teresa, em Itajaí, os freis carmelitas estarão à disposição dos fiéis para orientação espiritual e atendimento de confissões.

*Os horários podem sofrer alterações/Com informações da Arquidiocese de Florianópolis