InternetData CenterAssinante

Projeto de Eficiência Energética leva conscientização para estudantes

Parceria deve impactar mais de 2.700 pessoas
Projeto de Eficiência Energética leva conscientização para estudantes
Foto: Divulgação/Satc
Por Redação Engeplus Em 01/04/2024 às 19:10

Com o foco em conscientizar estudantes sobre o uso responsável de energia, o Centro Universitário UniSatc e a empresa Força e Luz João Cesa, de Siderópolis, desenvolveram um projeto educacional focado em eficiência energética dentro de casa. O Projeto de Eficiência Energética Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) oferece aos alunos do 1º ao 9º ano, os conceitos fundamentais de energia e suas formas de conservação em casa.

O projeto teve início em 2023 com a construção da casa eficiente para a visita dos estudantes. Na última semana, 45 estudantes e professores da escola EEB José do Patrocínio foram os primeiros a conhecer o conceito da casa e aprender mais sobre como o uso consciente de energia ajuda o planeta. As orientações sobre o uso da energia são de responsabilidade dos alunos e professores do curso de Engenharia Elétrica da UniSatc, garantindo que os alunos recebam informações precisas e relevantes de maneira acessível e envolvente.

“Por meio de atividades lúdicas e de um jogo, eles tiveram a oportunidade de aprender um pouco mais a respeito de formas de se economizar energia elétrica numa residência”, conta o coordenador do curso de Engenharia Elétrica da UniSatc, André Abelardo Tavares.

Esta foi a primeira de uma série de visitas que ocorrerão neste ano totalizando aproximadamente 900 alunos e professores participantes diretamente do projeto. Ao todo, serão 15 meses de visitas, que irão impactar mais de 2.700 pessoas. “É importante adotar práticas que visem não apenas a economia de energia, mas também o uso responsável dos recursos naturais envolvidos no processo de sua geração. O uso consciente da energia contribui não apenas para a redução das contas de energia, mas também para a preservação dos recursos naturais e a mitigação dos impactos ambientais associados à sua geração”, ressalta o coordenador.

A visita foi conduzida pelos acadêmicos João Luiz Rosso, Gabriela Frasson, Karolyne Vicente e a professora Franciele Ronchi, além do coordenador André Abelardo Tavares.