InternetData CenterAssinante

Presidente do Detran anuncia medidas para desafogar atendimento em Criciúma

Abertura de posto em Forquilhinha promete reduzir demanda da Capital do Carvão
Presidente do Detran anuncia medidas para desafogar atendimento em Criciúma
Foto: Thiago Hockmüller/Portal Engeplus
Por Thiago Hockmüller Em 15/01/2024 às 18:20

O aumento da demanda e as filas que provocaram mais de 2 horas de espera para atendimento na Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) em Criciúma acenderam o alerta do Departamento Estadual de Trânsito de Santa Catarina (Detran). Nesta segunda-feira, dia 15, o presidente do Detran, Kennedy Nunes, concedeu entrevista coletiva direto da 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil e anunciou medidas para desafogar o atendimento, entre elas a abertura de Posto de Atendimento em Forquilhinha, contratação de funcionários e a criação de um posto fora da delegacia para atender o público antes do meio-dia.

Atualmente o posto de Criciúma atende também as cidades de Siderópolis, Treviso, Nova Veneza e Forquilhinha para serviços relacionados a emissão de documentos de veículos e Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Isto abrange uma população de 300 mil habitantes. Já na questão de penalidades e multas, todos os 12 municípios da Associação de Moradores da Região Carbonífera (Amrec) são atendidos na Capital do Carvão, abrangendo cerca de 600 mil pessoas.

“Houve, agora no começo do ano, um problema pontual de um excesso de pessoas a serem atendidas. Isso decorre do recesso de final de ano que a delegacia e o Detran ficaram fechados por 4 dias e também já é um fluxo normal de todo o início do ano esse aumento de volume. Também decorre de uma alteração, de uma licitação dos contratados”, explicou o delegado regional de Polícia Civil, André Milanese

A Ciretran de Criciúma possuía 25 contratados cedidos pelo Detran terceirizados. Esse número foi reduzido para 11. Agora, a perspectiva é que por meio de convênio com a Prefeitura de Criciúma sejam contratados sete dos 25 e depois mais três. “Não é o número ideal ainda, mas dá para manter um atendimento de qualidade. E aguardamos que em breve o Detran consiga, se não voltar aos 25, pelo menos chegar a um número bastante próximo do que era e que a gente possa normalizar o atendimento e retornar também um atendimento presencial de seis horas”, afirma.

Se possível, agende o horário. Se agendar, vai ser atendido em questão de minutos. O agendamento funciona. Funciona muito bem. É simples. A pessoa tem que entrar no Detran Digital e agendar, e ela vai ser atendida na hora que for marcado. E se por acaso, por algum motivo, não quiser agendar, também será atendida. Talvez se espere um pouco mais. Mas não vai ser mais aquela loucura que foi no início do ano.

Delegado regional de Polícia Civil, André Milanese
_______

Mudanças para Forquilhinha e Nova Veneza

Além da contratação de novos atendentes, o Detran também anunciou a abertura de um posto de atendimento em Forquilhinha, medida que deve ser efetivada no início de fevereiro e também servirá para atender usuários de Nova Veneza. 

“Nós tivemos uma reunião com o prefeito Neguinho e a partir de fevereiro nós vamos montar uma Citran, que agora chama-se Ponto de Atendimento, lá em Forquilhinha. Forquilhinha tem quase 30 mil veículos e quase 20 mil CNHs. Esses já não precisarão vir mais aqui, já serão atendidos lá. E assim que houver ampliação, eu quero ver se na primeira semana de fevereiro a gente faça, a gente possa já fazer uma parceria com o Departamento de Trânsito da cidade. E a ideia também é levar Nova Veneza a ser atendido lá em Forquilhinha”, explicou Nunes. 

Segundo o Detran, essa alteração retiraria de Criciúma cerca de 60 mil veículos e quase 50 mil carteiras de habilitação. O Detran também encaminhou no último dia 10 um novo equipamento para Captura ao Vivo (CAV), que é utilizado para fotos e digitais. “Tínhamos dois, agora passamos a ter três”, explicou.


Ciretran de Criciúma deixará de atender Forquilhinha e Nova Veneza. (Foto: Thiago Hockmüller/Portal Engeplus)

Parceria com shopping

Ainda como medida para desafogar os atendimentos, o Detran também está autorizando os Centros de Formação de Condutores (CFCs) de municípios que não tem agência central a realizar a prova teórica e a foto na própria autoescola. 

“Já estamos bem adiantados com essa determinação também do governador Jorginho Mello que as autoescolas onde não tem agência central vão poder fazer a prova teórica e a foto lá mesmo na autoescola. Isso vai reduzir o atendimento da delegacia aqui de Criciúma”, alega o presidente do Detran. “Criciúma tem em torno de 177 mil veículos, mas aqui a região atende 340 mil veículos. Então, todos essas CNHs, esses veículos, vêm pra cá. Com essa descentralização, o pessoal de Siderópolis, que está fazendo a carteira de motorista, vai poder fazer lá em Siderópolis mesmo. Não vai precisar vir aqui”, argumentou. 

O Detran também aguarda proposta do Nações Shopping e do Criciúma Shopping para abrir um novo posto de atendimento, este para funcionar antes do meio-dia. Esta determinação também foi direcionada pelo governador e servirá para dar vazão à demanda da manhã, que hoje é inviabilizada por conta do funcionamento da Delegacia Regional de Polícia Civil, onde está localizada a Ciretran em Criciúma. “Abrindo as CFCs para fazer foto e prova e abrindo esse outro ponto de atendimento para atender antes do meio-dia, a gente com certeza vai poder diminuir aqui o movimento e as pessoas vão poder chegar aqui e ter o atendimento mais rápido”, planejou.

A parceria com os shoppings ainda está em fase de planejamento, mas deve funcionar com o centro comercial disponibilizando sala e móveis, com o Detran entrando com equipamentos e pessoal. A perspectiva é que a contrapartida seja o aumento da circulação de pessoas dentro do shopping, como já acontece com o setor de identidades, gerido pela Polícia Científica e que fica dentro do Shopping Della, no Centro de Criciúma.

Leia mais sobre: