InternetData CenterAssinante

Empresa anuncia fim da linha de ônibus entre Siderópolis e Criciúma; Franqui Salvaro tenta reverter decisão

Comunicado foi realizado nessa segunda-feira, dia 9, aos passageiros
Empresa anuncia fim da linha de ônibus entre Siderópolis e Criciúma; Franqui Salvaro tenta reverter decisão
Foto: Divulgação/Ilustrativa
Por Rafaela Custódio Em 10/10/2023 às 12:05

O prefeito de Siderópolis, Franqui Salvaro, está correndo contra o tempo para ajudar moradores que utilizam o transporte público entre Siderópolis e Criciúma. A empresa responsável pela linha anunciou nessa segunda-feira, dia 9, que não fará mais o trajeto a partir desta terça-feira, dia 10.

Conforme Salvaro, são cerca de 200 pessoas que utilizam o transporte público diariamente. “A empresa colocou um comunicado nos ônibus avisando que trabalharão apenas até esta terça-feira, dia 10. Com isso, fomos para Florianópolis ainda na tarde de ontem e estivemos na Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIE) para saber o que podemos fazer e que atitude iríamos tomar, entretanto, fomos informados que a empresa deveria ter comunicado a Agência Reguladora de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc) e também o município por meio de um ofício e após a entrega do documento teria que operar por mais 120 dias e não foi isso que aconteceu, pois nem o ofício entregaram”, detalhou. 

O prefeito ainda ressaltou que uma intimação será encaminhada à empresa sobre o assunto e que eles não poderão parar de operar em virtude de verbas recebidas durante a pandemia da Covid-19. “Estamos analisando e verificando a possibilidade com o jurídico da prefeitura o que podemos fazer e se podemos fretar um ônibus. Não podemos deixar estudantes e trabalhadores sem o transporte”, comentou. 

Salvaro afirmou que nesta terça-feira, dia 10, tentará novas ações. “Não podemos deixar as pessoas perderem seus empregos e os estudantes deixarem de ir para universidade em virtude do transporte. Vamos tentar uma conversa com o promotor e buscar resolver esta situação o mais rápido possível”, pontuou.