InternetData CenterAssinante

Araranguá: engenheiro do Samae destaca a importância de ligar os imóveis na rede pública de esgoto

Ato auxilia na preservação do meio ambiente e na proteção da saúde pública
Araranguá: engenheiro do Samae destaca a importância de ligar os imóveis na rede pública de esgoto
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 26/02/2023 às 18:29

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samare) de Araranguá intensifica ações sobre os inúmeros benefícios de providenciar a ligação dos imóveis na rede pública de esgoto, onde esta estrutura está disponível. De acordo com o engenheiro sanitarista do Samae, Everson Casagrande, o Polaco, entre as principais vantagens geradas pela adoção desta providência, consta a diminuição da poluição, auxílio na preservação do meio ambiente, conservação de recursos naturais e proteção da saúde pública, inclusive ajudando a evitar doenças como hepatite, verminoses, cólera, entre outras.

Ele também informa que aproximadamente 40% da área urbana da cidade possui rede pública de esgoto, porém em muitos casos os proprietários das residências não providenciam as ligações. Desde o ano passado, o Samae designou uma equipe de profissionais para fiscalizar esta situação, visitando as moradias, concedendo orientações e reivindicando ações, caso necessário.

As ligações das residências na rede de esgoto do Samae estão estabelecidas no Programa Cidades Sustentáveis, do qual Araranguá faz parte desde 2013. E, com o Novo Marco Legal do Saneamento, o objetivo do Governo Federal é alcançar a universalização até 2033, garantindo que 99% da população brasileira tenha acesso a água potável e 90%, ao tratamento e à coleta de esgoto. Dados da Organização das Nações Unidas (ONU), para cada R$ 1,00 investido em saneamento, R$ 4,00 são economizados em saúde pública.

Em Araranguá, o tratamento é feito nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE’s) I e II, situadas, respectivamente, no Bairro Urussanguinha e no Parque Alvorada. Nestas Estações, por meio de processos químicos e biológicos de decomposição, o esgoto é adequadamente tratado.

Como proceder?

- Se a sua rua já possui rede coletora com tratamento de esgoto, é necessário identificar onde está a tubulação, fossa ou sumidouro de sua casa.

Depois disso, você deve direcionar todo o esgoto e mais a saída da caixa de gordura para um único tubo coletor, que nada mais é do que um tubo que recebe todas as ligações, unindo o esgoto em um só lugar.

- O tubo coletor é um cano em declive, que serve para levar todos os dejetos até a rede coletora do Samae.

- Finalmente, é só instalar o tubo na rede coletora do SamaeE, que fica na calçada de sua residência. Assim, a sua ligação foi realizada de maneira correta. Nesse procedimento é indispensável a ajuda de um encanador ou engenheiro.

O pedido de ligação de esgoto deve ser feito pessoalmente pelo proprietário ou pessoa autorizada da residência na Divisão Comercial do Samae. O custo da ligação é de responsabilidade do usuário.