InternetData CenterAssinante

Rio Deserto inicia ações para certificação NBR ISO 14064

Etapa é relacionada à Gestão de Emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE)
Rio Deserto inicia ações para certificação NBR ISO 14064
Por Redação Engeplus Em 19/04/2022 às 17:29

Atenta à sustentabilidade, a Rio Deserto deu início às ações para a certificação NBR ISO 14064 (Gestão de Emissões de Gases do Efeito Estufa – GEE). O primeiro passo será a realização de um inventário de gases do efeito estufa. Os trabalhos já começaram na Unidade de Extração Mina 101, localizada em Içara. Após, a metodologia será aplicada nas demais unidades da Rio Deserto. A previsão é que toda empresa seja certificada ISO 14064 até 2024.

A superintendente industrial, de qualidade, novos produtos e licenciamento, engenheira química/mineral, Rosimeri Venâncio Redivo, explica que um comitê interno foi criado para auxiliar na implantação e fortalecimento do programa. “Além disso, também contratamos uma empresa para a realização do inventário e cálculo de emissões. Os trabalhos serão realizados em conformidade com o Programa Brasileiro GHG Protocol, uma ferramenta reconhecida internacionalmente para contabilização de gases do efeito estufa, aplicável a qualquer organização de todos os tipos de atividades e setores. Um protocolo que segue os princípios da ISO 14064”, justifica. O coordenador de gestão da qualidade nas unidades de mineração da Rio Deserto, engenheiro de produção Giovani Luz, afirma que a implantação do programa será um desafio e uma oportunidade profissional.

Os assessores financeiro e administrativo da Rio Deserto, João Gabriel Pagnan Zanette e Eduardo Netto Zanette, respectivamente, relatam a importância do processo para a evolução da empresa. “A gestão de emissões de gases do efeito estufa é um assunto mundial. A Rio Deserto, por ser comprometida com o desenvolvimento sustentável, está acompanhando o movimento, quer quantificar as emissões, bem como manter e evoluir iniciativas e projetos que proporcionem a mitigação dos efeitos”, sublinham.

Um dos administradores da empresa, Valcir José Zanette, ressalta que o trabalho iniciado será extenso, mas revelará o compromisso e a transparência da Rio Deserto com assuntos relacionados às emissões de gases do efeito estufa. “Nós vamos fazer a nossa parte. O levantamento mostrará onde estamos, comprovando a modernização do setor carbonífero”, destaca.

Rio Deserto já é certificada ISO 9001, ISO 14001 e ISO 45001

A Rio Deserto é uma das primeiras empresas do Sul Catarinense a buscar a certificação ISO 14064 (Gestão de Emissões de Gases do Efeito Estufa – GEE).

A empresa é a primeira carbonífera do Sul de Santa Catarina com certificação nas três normas de gestão: ISO 9001 (Gestão da Qualidade), ISO 14001 (Gestão Ambiental) e ISO 45001 (Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional). É pioneira também como Empresa Signatária do Movimento Nacional ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) Santa Catarina.

Leia mais sobre: