InternetData CenterAssinante

Programa Penso, Logo Destino expande e alcança a adesão de 69 municípios catarinenses

Nesta sexta foram realizadas as assinaturas dos termos de cooperação
Programa Penso, Logo Destino expande e alcança a adesão de 69 municípios catarinenses
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 22/04/2022 às 20:23

O Programa Penso, Logo Destino do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) está em plena expansão no estado com o objetivo de envolver os catarinenses e conscientizar a sociedade sobre o descarte correto dos resíduos sólidos.

Nesta sexta-feira, dia 22, foram realizadas as assinaturas dos termos de cooperação do Programa com os municípios integrantes da Associação dos Municípios do Extremo Sul de Santa Catarina (Amesc) que possuem população até 20 mil habitantes.

O encontro reuniu representantes dos municípios de Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Ermo, Jacinto Machado, Maracajá, Meleiro, Morro Grande, Passo de Torres, Praia Grande, Santa Rosa do Sul, São João do Sul e Turvo. Também contou com o prestígio das Polícias Militar Ambiental e Rodoviária.

Com a adesão dos municípios, o programa alcançou a marca de 69 participantes. A expectativa é que, ainda em 2022, cerca 90 municípios estejam aderidos.

Na ocasião, estavam presentes o diretor Administrativo do IMA, André Luiz Dias de Mello; o diretor de Engenharia e Qualidade Ambiental do IMA, Fábio Castagna da Silva; o coordenador estadual do PLD, Cícero Brasil, além do gerente regional de Criciúma, Marcos Favro.

O prefeito de Balneário Arroio do Silva, Evandro Scaini; o prefeito de Santa Rosa do Sul, Almides Roberto Silva da Rosa; o prefeito de Jacinto Machado, João Batista Mezzari; o prefeito de Meleiro, Eder Mattos; o prefeito de Morro grande, Clelio Daniel Olivo; o prefeito de Maracajá, Anibal Brambila; o capitão Charles, representando o Comando da Polícia Ambiental e o Coronel Maike Comandante da Polícia Rodoviária Estadual, também acompanharam o evento.

A ação integra a participação das administrações municipais, as associações de municípios, órgãos do governo, entidades gestoras, comerciantes e população em geral, demonstrando a consolidação da Logística Reversa no Estado.

Colaboração: Assessoria de Imprensa - Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina