InternetData CenterAssinante

Morro da Fumaça dá início ao Movimento Maio Amarelo

Campanha visa conscientizar a população para um trânsito mais seguro
Morro da Fumaça dá início ao Movimento Maio Amarelo
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 06/05/2022 às 13:23

A campanha do Maio Amarelo começou nesta sexta-feira, dia 6, em Morro da Fumaça. Em frente ao Paço Municipal Auzílio Frasson, vestindo a camiseta da iniciativa, os servidores municipais exibiram a faixa com o lema deste ano: ‘Juntos Salvamos Vidas’. Ao longo do mês, o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) promoverá ações que conscientizem pedestres e motoristas sobre os cuidados a serem tomados para um trânsito mais seguro. 

O intuito é mostrar à população que medidas simples e eficazes podem ser colocadas em prática para reduzir os acidentes, como utilizar passarelas e faixas de pedestres, respeitar a sinalização, realizar ultrapassagens seguras, não misturar álcool e direção, proteger os mais vulneráveis no trânsito, utilizar o cinto de segurança e adotar regras de direção defensiva.

“Nós abraçamos o movimento porque tem resultado. A informação sempre será a melhor prevenção. Sabemos que a grande maioria dos acidentes de trânsito acontecem por falha humana e poderiam ser evitados com mais prudência, caso os motoristas e pedestres tivessem mais respeito uns com os outros nas ruas”, destaca o prefeito em exercício Eduardo Sartor Guollo.

De acordo com William Bruning, coordenador do Demutran, o movimento é destinado a toda a sociedade. “A ideia é alertarmos para uma maior atenção pela vida, buscando o uso de estratégias e a realização de campanhas para reduzir o número de acidentes de trânsito”, afirma.

O Movimento Maio Amarelo é mundial e teve início em 2011, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a "Década de Ação para Segurança no Trânsito". A proposta é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito, em todo o mundo. A campanha usa a cor amarela em referência ao sinal de advertência no semáforo, que simboliza a atenção necessária para a causa. No Brasil, é colocada em prática pelo Governo Federal.