InternetData CenterAssinante

Equipe de Criciúma viaja para competição internacional de robótica na Tailândia

A Robotron, nome da equipe, irá competir com outros 42 times
Equipe de Criciúma viaja para competição internacional de robótica na Tailândia
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 05/07/2022 às 13:00

Técnicos formados no Câmpus Criciúma do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) embarcam no final da tarde desta quarta-feira (6), no Aeroporto Internacional de Florianópolis, para Bangkok, na Tailândia, onde irão participar da RoboCup, competição internacional de robótica que acontece entre os dias 11 e 17. Eles conquistaram a vaga no ano passado, quando eram estudantes do IFSC, após vencerem a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). A Robotron, nome da equipe, irá competir com outros 42 times de diferentes países.

A Robotron é composta por Kamylo Porto, Kauan Fontanela e Lucas dos Anjos, técnicos em Mecatrônica formados pelo IFSC Criciúma. Eles estarão acompanhados pelo professor do IFSC, Paulo Sérgio Gai Montedo. A equipe catarinense vai participar da RoboCupJunior, na modalidade Rescue Line, que consiste na movimentação do robô de forma autônoma sob um percurso demarcado por linhas e obstáculos, além de performar uma simulação de resgate de vítimas em uma área aberta, sem as marcações de linhas

Os estudantes preparam os últimos detalhes da viagem, fazendo ajustes no robô que será usado na competição. “A parte mecânica está quase pronta. Além disso, os componentes individuais já foram testados. Estamos finalizando o seguidor de linha”, detalha Kamylo, confiante em uma boa participação na RoboCup. “Sabemos que será um campeonato muito duro, mas acreditamos no título”, afirma.

Orientador da equipe, o professor Paulo Montedo destaca a dedicação dos alunos, hoje em cursos de graduação, para que tudo saia da melhor forma possível. “A equipe está dedicada em todo tempo livre e não livre na construção do robô. Eles têm passado, além do curso de graduação deles, os finais de semana inteiros nisso: batendo e quebrando a cabeça no projeto. O robô tinha alguns problemas, mas eles já conseguiram resolver e incluir questões bem inovadoras no processo”, relata.

A Robocup, ideia de pesquisadores japoneses nos anos 90, é uma competição internacional de robótica que acontece anualmente desde 1997. Com o objetivo de fomentar a pesquisa em desenvolvimento robótico e inteligência artificial, a Robocup reúne equipes de jovens do mundo inteiro que participam de diferentes modalidades de competição. 

A Robotron viabilizou a viagem para Tailândia com apoio das prefeituras de Jaguaruna e Sangão, onde moram os integrantes, e também com patrocinadores. O professor Paulo Montedo foi contemplado em edital da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) para fomento à participação em eventos de ciência, tecnologia e inovação.

A equipe atualiza as informações sobre a preparação para a RoboCup no Instagram @robotronsc. No site da equipe, é possível ler o projeto detalhado da viagem à Tailândia.

Leia mais sobre: