InternetData CenterAssinante

Macacos encontrados mortos em Urussanga estavam infectados pelo vírus da Febre Amarela

Animais foram encontrados na mata no dia 3 de maio deste ano
Macacos encontrados mortos em Urussanga estavam infectados pelo vírus da Febre Amarela
Foto: Divulgação/Arquivo
Por Jessica Rosso Em 22/06/2021 às 16:56

O Laboratório Central de SC (Lacen) em Florianópolis, comprovou após análise de dados que os quatro macacos encontrados mortos em Urussanga no dia 3 de maio deste ano, estavam infectados com o vírus amarílico, que causa a febre amarela. Os animais foram encontrados na mata no município, juntamente com outros oito macacos, também mortos. Entretanto, apenas quatro passaram por uma coleta dos órgãos para o envio ao laboratório.

A Secretária Municipal de Saúde de Urussanga comunicou um alerta para possíveis casos de Febre Amarela no município na data em que os animais foram encontrados. Segundo a Assessoria de Imprensa do Governo Municipal, o resultado aponta que toda a região está infectada pelo vírus e que as pessoas devem procurar as unidades de saúde em busca da imunização contra a doença. 

Vacinação em Urussanga Febre Amarela

Em 2019 foi iniciada uma Campanha Estadual de vacinação contra Febre Amarela. Até os dias de hoje em Urussanga, foram vacinadas 16.529 que corresponde 96,53% da população indicada pela Vigilância Epidemiológica do Estado, para imunização contra febre amarela.

Sendo assim, Urussanga precisa vacinar mais 595 munícipes, para assim chegar a 100% de imunização dos cidadãos. A Secretaria Municipal de Saúde reitera que existem doses em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) para febre amarela.

A vacina é indicada para as idades de 9 meses a 59 anos e não apresenta critérios de contraindicação. Pessoas com mais de 60 anos devem passar pelo médico para a indicação da vacina.

Colaboração: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Urussanga