InternetData CenterAssinante

Aciva e Fetrancesc na pressão pela BR-285

Aciva e Fetrancesc na pressão pela BR-285
Foto: Foto: i5 Comunicação Ímpar
Por Redação Enegeplus Em 24/09/2012 às 10:10
A demora da pavimentação da BR-285, na Serra da Rocinha, virou protesto em outdoor instalado na Sanga da Toca, em Araranguá. A iniciativa de mais uma vez pressionar o Governo federal foi a Associação Empresarial do vale do Araranguá (Aciva) em parceria com a Federação das Empresas de Transportes de Cargas e Logística no Estado de Santa Catarina (Fetrancesc).

O outdoor chama a atenção para um caminho de 740 quilômetros de extensão que aguarda há 50 anos aguarda a sua pavimentação total. Atualmente resta um trecho de 30 quilômetros de estrada de chão à espera do asfalto, o que compromete o percurso entre os Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A BR-285 inicia em São Borja (RS) e se estende até a BR-101 em Araranguá, uma alternativa de rota que ajudaria a desafogar o tráfego de cargas pesadas na BR-101.

A mídia deve chamar a atenção das autoridades, políticos, empresários e população. Com a finalização da BR-285, acreditam o presidente da Aciva, Cláudio Alberto Damo, a rota mercantil será impulsionada e proporcionará o fortalecimento do comércio naquela região, além de diminuir o tempo de viagem de quem precisa seguir para a quela região.

Apoiam a iniciativa as empresas Librelato, Metalenge, Contempla, Pneutur, Multcloro, Madereira Nono Luigi e Madereira Crepamar.

Com informações de i5 Comunicação Ímpar