InternetData CenterAssinante

TJD-SC nega efeito suspensivo à Chapecoense e jogo contra o Figueirense está mantido

A decisão ainda cabe recurso da Chape
TJD-SC nega efeito suspensivo à Chapecoense e jogo contra o Figueirense está mantido
Foto: Divulgação/Associação Chapecoense de Futebol
Por Lucas Renan Domingos Em 07/05/2021 às 18:30

O Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD-SC) negou o pedido de efeito suspensivo à Chapecoense e o jogo contra o Figueirense pelas quartas de final do Campeonato Catarinense está mantido. A Chape havia pedido a suspensão das partidas, por não concordar em jogar novamente a segunda fase do estadual, depois de eliminar o Hercílio Luz. O Leão do Sul foi condenado pelo TJD-SC por escalar jogador irregular.

A decisão foi assinada pelo relator designado Afonso Buerger Filho. “Numa análise dos autos, não sinto-me convencido da verossimilhança das alegações a ponto de conceder o efeito suspensivo pleiteado no recurso, onde a concessão de uma liminar é a fumaça do bom direito e este, diante de todo contido no caderno processual, está amplamente afastado. Diante dos fatos, nega-se o deferimento de efeito suspensivo”, disse o relator.

Com a punição do TJD-SC, o Hercílio Luz perdeu a oitava colocação na primeira fase do Catarinense e, consequentemente, a vaga nas quartas de final. Chape e Hercílio chegaram a disputar as partidas da segunda fase, mas os resultados foram anulados por conta da punição do Leão do Sul. Com isso, o Figueirense herdou a vaga nas quartas de final e a Federação Catarinense agendou os jogos entre Figueira e Chapecoense.

A primeira partida acontece no próximo domingo, dia 9, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, às 16 horas. Já a volta será na Arena Condá, na próxima quarta-feira, dia 12, a partir das 20h30. Mas a decisão do TJD-SC não garante que a partida acontecerá, já que a Chapecoense ainda tem direito a entrar com recurso da decisão.