InternetData CenterAssinante

Sem sustos, Criciúma bate o Oeste e assume a liderança momentânea na Série C

Tigre venceu a equipe paulista por 3 a 1; destaque para Marcão que marcou dois gols
Sem sustos, Criciúma bate o Oeste e assume a liderança momentânea na Série C
Foto: Celso da Luz / Criciúma EC
Por Rafaela Custódio Em 22/08/2021 às 13:02

O Criciúma manteve a invencibilidade dentro do estádio Heriberto Hülse na Série C do Campeonato Brasileiro. O Tigre superou o Oeste por 3 a 1, na manhã deste domingo, dia 22, pela 13ª rodada. Os gols da partida foram marcados por Douglas (contra) e duas vezes por Marcão e Luís Ricardo anotou para os adversários. Com o triunfo, a equipe carvoeira assumiu a liderança do Grupo B com 26 pontos. Em contrapartida, o Oeste é o lanterna da competição, com 6 pontos. 

O Tigre agora aguarda o resultado do confronto entre Botafogo (SP) e Ypiranga (RS), que acontece na tarde deste domingo, às 16 horas. Se a equipe gaúcha vencer, ultrapassa o Criciúma e assume o primeiro lugar do Grupo B. 

O próximo compromisso do Criciúma será longe de Santa Catarina. O time carvoeiro enfrenta o Novorizontino na sexta-feira, dia 27, às 20 horas, no estádio Jorge Ismael de Biasi, na cidade de Novo Horizonte (SP). Já o Oeste recebe o Botafogo (SP) no sábado, na Arena Barueri. 


Jogo
 

Os primeiros cinco minutos de jogo foram de troca de passes de ambas as equipes e com muita proteção nas defesas. Os dois times tentaram chegar ao ataque pelos lados de campo, mas sem sucesso. 

A primeira oportunidade do confronto foi dos visitantes. Aos 9 minutos, Léo Artur cobrou falta de pé direito, mas a bola parou na barreira. O Tigre ficou com o rebote e conseguiu afastar o perigo. 

Primeira finalização do jogo 

Aos 15, o Oeste trocou passes no meio de campo, Léo Artur recebeu na direita e de longe arriscou um chute cruzado, mas Gustavo caiu e fez a defesa. 

A equipe paulista teve mais uma oportunidade dentro da área. Deivid recebeu bola dentro da área e cabeceou no gol, porém o goleiro Gustavo fez a defesa. 

O Criciúma saiu jogando errado aos 20, e o Oeste recuperou a bola na entrada da área. O volante Arilson fez falta para parar a jogada. Léo Artur cobrou falta, todavia, a zaga carvoeira evitou o ataque paulista. 

Todas as tentativas do Criciúma foram pelo lado direito com Claudinho e Maranhão. Aos 23, o camisa 7 cruzou a bola na área, mas o goleiro Rodolfo se antecipou e ficou com a bola. 

Dudu Figueiredo arrancou pela direita e sofreu a falta de Deivid. Na cobrança, Silvinho rolou a bola para Maranhão, que alçou na área, mas o goleiro Rodolfo fez a defesa. 

Gol contra também vale 

Todas as tentativas do Criciúma foram pela direita e no gol do Tigre não foi diferente. Maranhão tocou para Claudinho, que entrou na área, tentou cruzar, a bola bateu no defensor e voltou para o lateral carvoeiro, que novamente tocou para dentro da área. O zagueiro Douglas tentou chutar a bola, mas acabou se atrapalhando e tocou para o próprio gol. 

Após o gol carvoeiro, a partida continuou movimentada no meio-campo, porém com poucas oportunidades de ataque.

O lateral Claudinho arrancou pela direita e Salomão o parou com falta. Silvinho bateu dentro da área, porém a bola acabou saindo pela linha de fundo. 

Tigre amplia o marcador 

O primeiro tempo do Criciúma não foi dos melhores. Poucas chances criadas, o Oeste teve mais chances, mas o Tigre foi efetivo em suas entradas na área. Aos 46, Dudu Figueiredo deu um passe milimétrico para Marcão, que entrou na área e bateu no gol na saída do goleiro Rodolfo, ampliando o marcador.

Segundo tempo 

O técnico Paulo Baier mexeu na equipe na volta do intervalo. O lateral esquerdo Helder deixou o duelo para a entrada de Pedro Rosa. 

Lanterna do Grupo B, o Oeste voltou para o segundo tempo buscando empatar a partida e se jogou ao ataque. Aos 7 minutos, Luis Ricardo levantou a bola na área e Zeca cabeceou, porém sem sucesso.

Goleiro Rodolfo falha e Marcão marca mais um 

Aos 12, o setor defensivo do Oeste falhou novamente e Marcão não perdoou. O atacante tricolor recebeu na entrada da área, percebeu o goleiro Rodolfo adiantado e arriscou o chute, a bola foi no contrapé do arqueiro, que ainda tentou cair para fazer a defesa, mas não evitou o terceiro gol carvoeiro. 

Após o terceiro gol, o Criciúma teve mais duas substituições. Deixaram o gramado Arílson e Maranhão e entraram Eduardo e Fellipe Mateus, respectivamente. 

Oeste se lança ao ataque 

Perdendo por 3 a 0, o Oeste se lançou ao ataque. Luizinho arrancou pelo meio-campo e na entrada da área, ao tentar o chute, foi desarmado por Rodrigo, mas no rebote, a bola sobrou para Kauã Jesus, que arriscou o chute rasteiro, todavia, o goleiro Gustavo caiu no lado direito para fazer a defesa. 

Aos 28, o Tigre fez mais uma substituição. Saiu o atacante Marcão e entrou Warley. 

O Oeste teve mais uma oportunidade aos 32. Luís Ricardo arrancou pela direita e cruzou na área, Zeca no meio de dois zagueiros conseguiu subir mais alto e cabeceou, mas a bola subiu e saiu pela linha de fundo. 

No lance seguinte, Kauã Jesus alçou bola novamente na área carvoeira, mas o zagueiro Rodrigo, de cabeça, conseguiu tirar o perigo. 

Luizinho recebeu pela direita e ao entrar na área foi derrubado por Pedro Rosa. Jeffinho cobrou direto, mas a bola saiu pela linha de fundo. 

Gol de honra 

Luis Ricardo descontou o placar para o time paulista aos 46. Após cruzamento na área, a bola sobrou para o lateral, que não perdoou e soltou uma pancada. O goleiro Gustavo ainda tentou cair para fazer a defesa, mas sem sucesso.

​​Ficha técnica para Criciúma 3 x 1 Oeste 

Competição: Campeonato Brasileiro da Série C, 13ª rodada.

Data: Domingo, dia 22 de agosto.

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma. 

Horário: 11 horas

Arbitragem: Paulo Henrique de Melo Salmazio comandou a partida com o auxílio de Eduardo Goncalves da Cruz e Marcos dos Santos Brito. O trio veio do Mato Grosso do Sul.

Cartão amarelo: Helder (8'1'T), Arilson (19'1'T) (CRI); Deivid (28'1'T), Salomão (44'1'T), Luís Ricardo (33'2'T), Robertinho (48'2'T) (OES). 

Gol: Douglas - contra (30'1'T), Marcão (45'1'T), Marcão (12'2'T)(CRI); Luís Ricardo (46'2'T) (OES). 

Criciúma: Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Marcel Scalese e Helder (Pedro Rosa); Dudu Vieira, Arilson (Eduardo) e Dudu Figueiredo (Minho); Maranhão (Fellipe Mateus), Marcão (Warley) e Silvinho. 

Técnico: Paulo Baier.

Oeste: Rodolfo; Luis Ricardo, Rodrigo Sam, Douglas e Salomão; Alison, Ferreira (Jeffinho) e Léo Artur (Robertinho); Deivid (Kauã Jesus), Kalil (Zeca) e Luizinho (De Paula). 

Técnico: João Brigatti. 

Leia mais sobre: