InternetData CenterAssinante

Quase 12 anos depois, Criciúma e Próspera voltam a fazer o clássico do carvão

Última vez que as equipes se enfrentaram foi em 2009, em um amistoso com vitória do Tigre
Quase 12 anos depois, Criciúma e Próspera voltam a fazer o clássico do carvão
Foto: Arquivo/Portal Engeplus
Por Lucas Renan Domingos Em 29/03/2021 às 17:59

A sétima rodada do Campeonato Catarinense será marcada pelo clássico do carvão. Criciúma e Próspera irão disputar uma partida depois de quase 12 anos. A última vez que isso havia acontecido foi em 30 de junho de 2009, em um amistoso no estádio Heriberto Hülse. Naquela ocasião, o Tigre saiu com a vitória, conquistando um placar de 2 a 0 sobre o Time da Raça.

As duas equipes não viviam momentos bons na temporada. O Criciúma era o lanterna do Grupo 4 do Campeonato Brasileiro da Série C. Já o Próspera, buscava a primeira vitória na Divisão Especial do Campeonato Catarinense. Ao fim da temporada, o Tigre escapou de um rebaixamento para a Série D nacional, conquistando apenas sete pontos em oito jogos. O Marcílio Dias foi o rebaixado do Grupo 4 naquele ano. Já o Próspera terminou sua competição na nona colocação (entre dez times) e conseguiu se manter na Divisão Especial.  


Glaydson, que vestia a 7 no Tigre fez um dos gols daquela partida - Foto: Arquivo/Engeplus

O amistoso serviu como preparação para as equipes, visando as rodadas seguintes nas suas competições. Jogando no Majestoso, com a presença de aproximadamente 500 torcedores, o Tigre bateu o time prosperano. Os gols do tricolor carvoeiro foram marcados apenas no segundo tempo. Glaydson abriu o placar para o Criciúma aos 28 minutos da segunda etapa e Luciano Renner fechou a conta a favor do Tigre aos 38 minutos.

A escalação do Criciúma teve Cristiano; Luciano Renner, Júlio César, Linno e Lima; Wender, Luis André, Glaydson e Flavinho; Danilo Santos e Zulu. O técnico era Itamar Schülle. Mesmo com o resultado positivo, o Criciúma não fez boa apresentação e chegou a ser vaiado, conforme relatou matéria do Portal Engeplus.

O Próspera também ficou devendo. Em uma atuação apagada, o Time da Raça não ofereceu riscos ao Criciúma. Para iniciar o amistoso, Alexandre Lopes montou um time com Júlio César; Julio, Geovane França, Léo Baiano e Ranieri; Fernando Salvan, Replay, Giovane e William; Mano e Padilha.

Adversários na parte debaixo da tabela

Agora na mesma divisão do Campeonato Catarinense, Criciúma e Próspera entram em campo na próxima quarta-feira, dia 31, com o mesmo objetivo: fugir da zona de rebaixamento. A situação do Time da Raça é um pouco mais confortável. Entre as 12 equipes da Série A estadual, o Próspera ocupa a nona colocação, com sete pontos conquistados.

A pressão maior recai sobre o Criciúma, ainda sem vencer na competição, o Tigre está na zona de rebaixamento, com apenas três pontos conquistados dos 18 disputados. A partida, além de ser essencial para o Tigre buscar escapar da parte de baixo da tabela, também pode determinar o futuro do técnico Hemerson Maria.

Nesta segunda-feira, dia 29, a diretoria do clube realizou uma reunião e garantiu Maria à frente da equipe tricolor, mas uma derrota no clássico do carvão pode determinar a demissão do técnico. Ao Próspera, hoje comandado pelo técnico Paulo Baier, uma derrota acende o sinal de alerta, já um resultado positivo, deixa o Time da Raça ainda mais perto do objetivo de permanecer na Série A.