InternetData CenterAssinante

Santa Catarina encerrou 2020 com maior número de cervejarias por habitante do país

Dados divulgados pelo Mapa mostram que o número de cervejarias cresceu 14,4% no país
Santa Catarina encerrou 2020 com maior número de cervejarias por habitante do país
Por Redação Engeplus Em 02/05/2021 às 21:40

Ainda que diante de um cenário desafiador, o número de cervejarias cresceu 14,4% no Brasil em 2020. O ano terminou com 1.383 fábricas de cerveja operando no país. Os dados foram revelados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no final de abril. Foram 204 novas cervejarias registradas, enquanto apenas 30 suspenderam a operação. O saldo é de 174 novas fábricas. O levantamento não considera marcas que produzem de forma terceirizada, apenas fábricas constituídas. 

Carlo Bressiani, fundador da Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) e especialista neste mercado, comenta que a pandemia freou a curva de crescimento acentuada que o número vinha registrando nos últimos anos, mas, ainda assim, o mercado se manteve em expansão. “A inovação deu o tom para as fábricas que seguem no mercado: muitas mudaram sua forma de distribuição, embalagens e atendimento. Isso foi essencial para que a cerveja artesanal se mantivesse como uma opção para os consumidores”, comenta. 

O especialista diz ainda que o número reflete a atração de investidores que a ascensão do mercado provocou nos últimos anos. “O ciclo de implantação de uma fábrica de cervejas é longo. Acredito que muitas fábricas que inauguraram em 2020 são resultado de um planejamento iniciado no ano anterior, quando não se avistava a pandemia e os seus impactos. Sob essa perspectiva, 2021 deve trazer um crescimento menor”, explica. 

Ainda de acordo com Bressiani, muitas marcas ciganas (com produção terceirizada) deixaram o mercado. Isso impacta no número de registros de novos produtos. Pela primeira vez desde 2010 houve uma retração de 15%, com 8.459 pedidos de registro – em 2019 foram 9.950.

Distribuição nacional

Entre os estados, São Paulo segue com o maior número absoluto: 285 cervejarias. Foram inauguradas 44 novas fábricas em 2020 na unidade da federação. Seguem a lista: Rio Grande do Sul (258, 22 a mais do que no ano passado), Minas Gerais (178, 15 a mais), Santa Catarina (175, 27 a mais) e Paraná (146, 15 a mais). 

O anuário do Mapa destaca também o crescimento percentual acentuado nos estados do Centro-Oeste e Nordeste, embora a concentração nas regiões Sul e Sudeste se mantenha na casa dos 85%.  O número de municípios que contam com uma planta de produção cervejeira cresceu 5%, até o final de 2020, 609 cidades brasileiras continham pelo menos uma fábrica. 

Densidade cervejeira tem liderança inédita

Pela primeira vez desde que os dados foram divulgados, Santa Catarina é o estado com maior número de cervejarias por habitante. O crescimento de 18% no número de fábricas colocou o estado na liderança, com uma cervejaria para cada 41.443 habitantes. O segundo lugar é ocupado pelo Rio Grande do Sul (44.275) e o terceiro pelo Paraná (78.882). 

Entre os 10 municípios com maior número de cervejarias por habitante, nove estão no Rio Grande do Sul. Os três primeiros são gaúchos: Santo Antônio da Palma (1062), Esperança do Sul (1443) e Dona Francisca (1500). 

Profissionalização

Bressiani reforça que o crescimento, tanto da produção quanto da competitividade das cervejarias artesanais brasileiras, passa invariavelmente pela educação. Mesmo com a pandemia, a ESCM formou 1.794 alunos em 2020em cursos online e offline sobre produção e gestão de cervejarias. 

Ainda em 2020, a instituição iniciou a operação no quinto país e primeiro fora da América Latina: através de uma parceria com a Cervejaria Nortada, três cursos online estão sendo oferecidos em Portugal. A exportação de conhecimento cervejeiro segue no Paraguai, Argentina e Uruguai. 

Sobre a ESCM

Com mais de 11,5 mil alunos formados em sete anos de atuação, a Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) é a primeira e única instituição de ensino superior especializada na cerveja, da América Latina. Além do Brasil, atua também em Portugal, no Paraguai, na Argentina e no Chile. É parceira da alemã Doemens Academy, uma das mais respeitadas entidades do mundo.

São cerca de 90 cursos diferentes, em mais de 300 turmas já formadas. Na sede, em Blumenau (SC), além das salas de aula estão disponíveis 12 laboratórios voltados para o ensino de cerveja. Parcerias com cervejarias da região garantem visitas técnicas e relacionamento com o mercado durante os cursos.

Todas as informações sobre a instituição estão em www.cervejaemalte.com.br.

Leia mais sobre: