InternetData CenterAssinante

Mini coelhos são atração na AgroPonte

São 250 mini coelhos de nove raças presentes no evento para a compra
Mini coelhos são atração na AgroPonte
Foto: Jessica Rosso
Por Jessica Rosso Em 15/08/2018 às 16:07

Eles são dóceis, fofos e adoram fazer companhia. Poderiam até ser confundidos com o melhor amigo do homem, se não fosse pelo fato de que eles não latem. Os mini coelhos tem um comportamento muito parecido com os cães e são ideais para pessoas que moram em apartamento, diferente dos coelhos, que devem ser criados fora de casa.

A AgroPonte 2018 – 8ª Feira do Agronegócio & Agricultura Familiar, que inicia nesta quarta-feira, 15, em Criciúma, e apresenta a 6ª Feira Exposição Estadual de Animais, este ano trouxe pela primeira vez a empresa JM Mini Coelhos, de Chapecó.  

São 250 mini coelhos de nove raças presentes no evento para a compra. Eles estão na parte externa do Centro de Eventos José Ijair Conti, juntamente com todos os animais que participam da feira.

Conforme a proprietária Jaqueline Camatti, as raças são de pelagem curta, média e longa. "A pelagem longa exige mais cuidado, ele tem que ser penteado diariamente para não embolar o pêlo", comentou. Eles tem em torno de 1,5kg e 2kg, dependendo da raça.

Todos os animais estão vermifugados e variam entre R$90 e R$200. A compra de um mini coelho durante a feira acompanha ração, um manual de cuidados básicos e feno, este último ajuda no desgaste dos dentes do animal e a eliminar pêlos que ele adquiri naturalmente dentro da boca. 

Sobre a adaptação do animal, Jaqueli ressaltou que o mini coelho é um animal inteligente e aprende a fazer as necessidades em um local específico. "Nós aconselhamos a deixar ele durante 15 dias na gaiola, para ele ir se adaptando ao novo ambiente, depois a pessoa pode ir abrindo os locais da casa para ele, nesse período já vai estar adaptado e voltará a fazer as necessidades na gaiola, depois, aos poucos ele pode ir ficando solto" explicou a proprietária. Segundo ela o mau odor que é algo que preocupa muito as pessoas, pode ser evitado. "A urina dele tem um pouco de cheiro, mas com o material certo dentro da gaiola é absorvido e pode chegar até uma semana sem precisar trocar", contou. 

A alimentação básica se resume na ração para mini coelho e o feno à vontade. Além disso, o mini coelho não precisa de banho. "Depois que ele pega confiança na pessoa, ele vira uma verdadeira companhia. Lambe, corre, é quase um cachorrinho mesmo", finalizou. A AgroPonte encerra no domingo, dia 19, às 18 horas.

LEIA MAIS

AgroPonte começa nesta quarta-feira

Leia mais sobre: