Viagens

Viagens

Tour em Nova Petrópolis

Cidade fica localizada no Rio Grande do Sul, e é a capital nacional do cooperativismo

08
MAI
2018
| 16h24
16h24
Jessica Rosso
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Jessica Rosso

Comida alemã, praças coloridas de flores, e monumentos que guardam uma bagagem cheias de histórias. Esses foram alguns dos registros feitos em dois dias de viagem para Nova Petrópolis. Uma cidade com mais de 20 mil habitantes, localizada no Rio Grande do Sul, conhecida por ser a capital nacional do cooperativismo no Brasil. Foi lá que nasceu a primeira cooperativa de crédito. Em apenas 50 metros, é possível se aventurar na história da cidade, e aproveitar bons momentos na companhia de uma população simpática e receptiva. 

Antes de visitar os pontos turísticos, uma dica para quem deseja se hospedar em um hotel na cidade. O Rothenburg Hotel e Comercial, é um lugar aconchegante e acolhedor. A fachada é digna de muitas fotos!

/

Esse é um dos quartos do hotel. Com um espaço amplo, ele foi a opção para um fim de semana, durante um evento na cidade.

O quarto possui uma cama de casal, uma de solteiro, ar-condicionado, frigobar, microondas, televisão, Wi-Fi, e secador de cabelo (fixo no banheiro).

A rota turística do cooperativismo na cidade começa na comunidade Linha Imperial.  A terceira sede da cooperativa,contruída em 1953, foi a primeira sede própria.

O prédio abriga atualmente o museu que tem registrado o trabalho em comunidade realizado pelo Padre Theodor Amstad. Ele deu origem a primeira cooperativa de crédito no Brasil, a Sicredi Pioneira.

Ao lado da sede, está a pedra com a frase do Padre que diz “Pois se uma grande pedra se atravessa no caminho e 20 pessoas querem passar, não o conseguirão se um por um a procuram remover individualmente. Mas se as 20 pessoas se unem e fazem força ao mesmo tempo, sob a orientação de um deles, conseguirão solidariamente afastar a pedra e abrir o caminho para todos.” 

Praça Theodor Amstad, construída em 1942 . Quem visita percebe a beleza e os encantos que ela proporciona. Muitas pessoas aproveitam o local para fazer fotos, que tem um lindo jardim de flores. 

Na Praça Theodor Amstad está o monumento em homenagem ao padre. As placas representam como o padre se importava com a comunidade, tem também a mula que estava sempre com ele, e se tornou um símbolo de vida. 

Este monumento fica no centro de Nova Petrópolis. Foi inaugurado em 2002 para celebrar os 100 anos de cooperativismo na cidade Na escultura estão 7 pessoas que significam os sete princípios do cooperativismo e também o lema do Padre Theodor Amstad.

Confira o vídeo completo sobre o tour em Nova Petrópolis:

Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Nações Shopping apresenta Exposição Internacional DragõesProtestos no Sul causam desabastecimento Atletismo reúne cerca de 200 estudantes na pista da Unesc e encerra JescFuncionária de laboratório criciumense fez parte de esquema de falsificação'Não saí de minha empresa para ser coadjuvante', Flavio Rocha em CriciúmaA Bela e a Fera no palco do Teatro Elias Angeloni, em Criciúma