InternetData CenterAssinante

Veículo projetado por alunos da Unesc é apresentado ao público

Equipe Vulcano trabalha no projeto desde 2014
Veículo projetado por alunos da Unesc é apresentado ao público
Foto: Milena Nandi / Unesc
Por Redação Engeplus Em 15/11/2017 às 12:25

O resultado de trabalho de anos de estudantes e professores do curso de Engenharia Mecânica envolvendo ensino, pesquisa e extensão, foi apresentado nessa terça-feira, dia 14, na Unesc. O protótipo de um veículo off-road que leva apenas um piloto e que possa trafegar em terrenos com as mais diferentes condições de solo, construído pela equipe Vulcano, participará do Baja Regional Sul.

A competição ocorrerá de sexta-feira a domingo, em Passo Fundo (RS), e reunirá estudantes de engenharia do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná. Os vencedores se classificam para a etapa internacional do Baja.

O Projeto Baja SAE é um desafio lançado aos estudantes de engenharia de todo o mundo com o objetivo de incrementar sua preparação para o mercado de trabalho. A equipe Vulcano Unesc é formada por 15 estudantes e orientados por dois professores. A ideia de participar do Projeto Baja iniciou em 2014 com um grupo de estudantes de Engenharia Mecânica. A ideia foi amadurecida durante dois anos e em 2016 começou a sair do papel com a orientação dos professores Guilherme Pickler e posteriormente com a participação também do professor Vangelo Manenti.

O Projeto Baja SAE e tem como diretriz apenas as especificações da Society of Automotive Engineers (SAE) que dizem respeito quanto ao motor utilizado e dimensões da estrutura. O restante, como o projeto, cálculos e construção é totalmente de responsabilidade dos alunos. Dentro do Vulcano, os acadêmicos dividem tarefas que vão da elaboração do projeto de protótipo, até de planos para a captação de apoiadores.

A reitoria da Unesc, Luciane Ceretta, parabenizou os alunos e professores pelo projeto e salientou a importância de iniciativas como a da equipe Vulcano para a formação de profissionais diferenciados, uma vez que o projeto se caracteriza como de extensão, reúne atividades de ensino e estimula a pesquisa.

“Esse veículo é o resultado de trabalho e dedicação de cada um de vocês, que se empenharam aos finais de semana e feriados, inclusive, para tornar esse projeto uma realidade. Independente da competição do fim de semana, vocês já são vitoriosos. É um orgulha para a Unesc tê-los como alunos”, afirma Luciane.

Segundo o professor do curso de Engenharia Mecânica da Unesc e um dos orientadores do Vulcano Baja, Guilherme Pickler, o projeto pode ser considerado uma oficina para o desenvolvimento e execução e uma oportunidade de os alunos aplicarem na prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, e de maneira interdisciplinar. Ele ressaltou o empenho e o espírito de equipe em todo o desenvolvimento do trabalho e que a intenção do Vulcano é que outros estudantes se juntem à ideia, inclusive de mais cursos da Universidade.

Já o coordenador adjunto do curso de Engenharia Mecânica da Unesc, Adilson de Oliveira, enalteceu as parcerias que permitiram a realização do projeto, como o Instituto de Engenharia e Tecnologia (IDT) do Parque Científico e Tecnológico da Unesc (Iparque) e com o curso de Design – através dessa parceria, o estudante Anderson Paes desenvolveu a logomarca do Vulcano – além do forte apoio da Reitoria da Universidade e da Unidade Acadêmica de Ciências, Engenharias e Tecnologias da Unesc (UNA CET).

Hector Amaro Virgínia, aluno da nona fase de Engenharia Mecânica fez parte do grupo de alunos a iniciarem o projeto na Universidade e afirmou que ver o veículo concluído gratificante. “Foi um trabalho em equipe que levou anos. E hoje apresentar ele ao público e participar do Baja Regional Sul 2017 é uma conquista muito importante para todos nós. Aprendemos muito com esse projeto”.

Saiba mais

O Projeto Baja SAE foi criado na Universidade da Carolina do Sul, Estados Unidos e teve a primeira competição em 1976. O ano de 1991 marcou o início das atividades da SAE Brasil, que, em 1994, lançava o Projeto Baja SAE Brasil. No ano seguinte, em 1995, era realizada a primeira competição nacional, em São Paulo. Desde então dezenas de eventos foram realizados em vários estados do país como Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais e Bahia.

Colaboração: Milena Nandi / Comunicação Unesc