InternetData CenterAssinante

Com mais de 100 dias de funcionamento, binário passa a ser definitivo em Cocal do Sul

Avaliação da população, governo, PM e PMRv é positiva
Com mais de 100 dias de funcionamento, binário passa a ser definitivo em Cocal do Sul
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 15/08/2019 às 13:59

Há mais de 100 dias em funcionamento, a mudança de trânsito na Avenida Dr. Polidoro Santiago e rua Dr. Edson Gaidzinski para vias binárias de mão única passa a ser definitiva na área central de Cocal do Sul. Visto inicialmente com desconfiança pela população que não conhecia o sistema de binário, a inserção se mostra eficaz para colaborar com o fluxo de veículos, diminuindo a carga na Polidoro Santiago que antes tinha mão dupla. Ou seja, a fluidez do trânsito na Avenida que corta a cidade ganhou mais agilidade e a tendência é ficar ainda melhor.

O Binário nada mais é que uma divisão de fluxos, um vai por um lado e outro vem pelo outro. Ele compreende 1,2 quilômetro de extensão. Passado o período de experiência é possível avaliar os resultados práticos desta obra necessária que tem o objetivo de melhorar a mobilidade urbana, trafegabilidade de veículos e pedestres e promover o desenvolvimento econômico para outras áreas centrais.

Conforme o prefeito Ademir Magagnin está obra já é um fato concretizado e soma muitos benefícios, dentre eles a humanização no trânsito. “O município necessita deste Binário para melhorar as condições de mobilidade urbana. As cidades crescem e hoje Cocal avançou muito. Sei como era difícil para os comerciantes e para a cidade conviver com os problemas de mobilidade. Eu fico feliz em poder concluir este projeto  que ninguém teve coragem de fazer. Apesar ainda de ser criticado por algumas pessoas, a população irá sentir os seus efeitos a médio e longo prazo. Está obra organiza o trânsito, melhora a circulação de veículos e pessoas”, ressalta Magagnin.

A obra será concluída nas próximas semanas. O Departamento Municipal de Trânsito realiza nas vias os últimos ajustes do trabalho. A equipe atua de madrugada para evitar transtornos durante o dia. Foram realizados pintura de vagas de estacionamento, faixas de pedestre e sinalização horizontal. Nas esquinas foram feitas faixas de retenção. Os canteiros estão em fase de construção e receberão, posteriormente, jardinagem e emplacamento. A última parte será a conclusão da rótula em blocos de concreto próximo ao Guollo Materiais de Construção (apenas referência).

Polícias Militar e Rodoviária afirmam que mudança no trânsito traz segurança e diminui número de acidentes

Cada vez mais, com o crescimento do poder aquisitivo das famílias, a tendência é ter mais veículos nas ruas. Atualmente, Cocal do Sul possui 13.288 automóveis emplacados para uma cidade de aproximadamente 17 mil habitantes. Conforme a Polícia Militar esses números devem crescer e é preciso adequar planejando a mobilidade urbana da cidade.

Segundo o Comandante da PM de Cocal do Sul, subtenente Alexandre Pirotti da Fontoura o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) prevê que o trânsito em condições seguras é um direito de todos e dever dos municípios tentar proporcionar isso. E foi o que ocorreu em Cocal do Sul. “Após um estudo do tráfego de pessoas e veículos na área central, percebeu-se que a modalidade em forma de Binário, como aplicado em outras cidades, melhoraria o trânsito no município. Embora ainda tenhamos detalhes a ajustar, o trânsito melhorou e ficou mais seguro. Primeiro para o pedestre que, ao atravessar a rua, precisa olhar apenas para um lado, além de ter que dar menos passos para atravessar, pois a via foi estreitada. Também facilita muito para idosos e deficientes físicos. Além disso, contribui para os condutores, pois esses seguem todos para o mesmo lado”, relata.

O acesso e saída ao Binário se tornam mais rápidos também, o que implica na maior fluidez do trânsito e diminuição dos acidentes. “Percebemos, estatisticamente, que os acidentes diminuíram, principalmente as colisões transversais. O que ainda ocorrem são as colisões traseiras pela falta de atenção ou até mesmo, por pessoas que insistem em mexer no celular enquanto dirigem. Para se ter uma ideia de fevereiro a abril de 2019, tivemos 52 acidentes de trânsito em Cocal do Sul. Desses, 17 foram na região do Binário, o que representa 32% das ocorrências. Já de maio a julho deste ano, totalizamos 61 acidentes de trânsito, sendo 12 na região do Binário, representando apenas 19%”, completa Fontoura.

  A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) atuou na SC-108 por muitos anos e o Centro era o ponto mais crítico para ser patrulhado. Eram centenas de acidentes todos os anos e o fluxo de veículos e de pedestre só aumentava. Conforme o comandante do 5º Posto da PRE, 2º Sargento, Dalnei Ribeiro, depois da municipalização da Avenida Dr. Polidoro Santiago, a PMRv não pode mais atender ocorrências no local e o problema passou para a PM, mas não deixou de existir.

“Houve várias discussões sobre possíveis mudanças, mas nada foi feito. Por isso, o Projeto Binário foi muito bem recebido pelas Polícias, por representar uma mudança efetiva para a segurança no trânsito de Cocal do Sul. A Polícia Militar Rodoviária avalia o novo Sistema de Trânsito significa um grande avanço para o município como um todo. Seu resultado será sentido ao longo do tempo.  Houve um aumento no fluxo de veículos na nossa Rodovia devido aos investimentos que as empresas locais vêm recebendo. Se nada fosse feito, em muito pouco tempo, não haveria mais condições de trafegar no Centro de Cocal”, acrescenta o Sargento Dalnei. 

Binário é aprovado pela maior parte da população

Para medir os efeitos do Binário, o Governo Municipal também realizou uma pesquisa de opinião sobre a aprovação do Binário.  Ela foi feita no mês de julho e perguntava: você aprova ou não o Binário?  O resultado foi satisfatório. Dos entrevistados, 50,3% aprovam a mudança, 38,4% reprovam e 11,4% não opinaram.

“No início foi difícil, mas agora está tranquilo. Para mim, o trânsito ficou muito melhor por causa da segurança e a gente não precisa mais olhar para os dois lados. Eu acredito que isso era para ter feito a muitos anos atrás”, comenta a administradora, Dulcineia Canto. 

Para a aposentada, Daimar Ramos Ferreira, 76 anos, a mudança ficou melhor que imaginava. “Antes dava muito acidente. No meu caso como pedestre, só preciso me preocupar com um lado apenas. Acho que com o passar do tempo vai ficar ainda melhor”,  conta.

A Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL também avaliou a opinião dos comerciantes associados. O efeito foi positivo, ou seja, 58,5% são a favor, 34% contra e 7,4% não opinou.

Estacionamento

Além da melhoria da mobilidade urbana, um dos principais pontos positivos do Sistema Binário é em relação as vagas de estacionamento. Antes da obra, não havia uma organização precisa.  Hoje, em toda a extensão da mudança de trânsito há um montante de quase 280 vagas, sendo 49 delas antigas, ou seja, localizadas em frente à Loja Bosa, Coopercocal, Sesi Farmácia, Guollo materiais de Construção (apenas referência).  Além disso, foram geradas 56 vagas para motos e 4 carga e descarga.

“As vagas de estacionamento estão agora ordenadas e todas demarcadas de forma paralela ou oblíqua, à direita e à esquerda das vias. Nós também iremos realizar as marcações nas ruas Alfredo Del Priori e Maximiliano Gaidzinski”, explica o Diretor de Trânsito, Luciano Brolesi.

Desenvolvimento econômico

Outro ponto importante com o Sistema Binário é a oportunidade de abertura para novos negócios. “Essa mudança irá abrir um espaço forte na rua Edson Gaidzinski que não deixa de ser uma via comercial. Hoje fica tudo muito concentrado na Polidoro e precisamos proporcionar o crescimento em novas áreas”, assegura o prefeito.

Para a comerciante, Eliane Steinbach que possui comércio na Rua Paulino Búrigo a mudança foi positiva e já começa a observar os efeitos. “Nós ganhamos maior visibilidade. A circulação de pessoas é muito maior e muitas nem conheciam a minha loja e agora passaram a comprar”, observa.

O prefeito Magagnin relata ainda que está obra irá repercutir por muitos anos. “A hora que sair o Anel Viário, a mudança será ainda mais promissora. Não temos previsão para este projeto, tudo vai depender da situação econômica do Estado e do País. Mas ela sairá do papel e trará melhores condições de trafegabilidade para toda a região”, acredita.   

Ruas receberão melhorias

O Sistema Binário irá ainda proporcionar algumas melhorias na pavimentação das ruas transversais. As ruas Irmã Julia (onde está localizado o Cartório - apenas referência) e Padre Francisco Shilinski (rua Auto Escola Voluz - apenas referência) receberão a camada asfáltica que proporcionará melhor trafegabilidade.

“Não temos uma data prevista, pois vai depender da programação da Usina, mas com certeza estaremos realizando esta melhoria”, pontua Magagnin.

Outro investimento importante será a ampliação da troca de lâmpadas de vapor de mercúrio por lâmpadas de LED que irá trazer ainda mais segurança na via, inclusive aos pedestres em toda a área central e algumas vias, como a Guy Marcos Nunes, Avenida Valdemar Kleinumbing e Alfredo Del Priori. Ao todo serão 300 lâmpadas trocadas em parceria com a Coopercocal.

Como funciona o trânsito em sistema binário

Para quem trafega sentido Criciúma a Urussanga passando pela Av. Polidoro Santiago, a via é mão única. Para quem vem de Urussanga terá que convergir à direita pela rua Guy Marcos Nunes de Souza, ao lado do Supermercado Bistek em direção a Dr. Edson Gaidzinski. Na Rua Paulino Búrigo, o trânsito continua normal, vai e vem.

Já as ruas transversais que dão acesso para a Avenida Polidoro Santiago, a rua Irmã Julia (onde está localizado o Cartório - apenas referência) é uma via de retorno para quem vai para o bairro Jardim Elizabeth, ou seja, só seguirá da Polidoro Santiago para a Edson Gaidzinski. Já a Padre Francisco Shilinski (rua Auto Escola Voluz - apenas referência), é proibido a entrada pela Av. Polidoro Santiago.

Colaboração: Maria Luiza Da Rolt / Prefeitura Cocal do Sul