InternetData CenterAssinante

Projeto do Anel de Contorno Viário é apresentado à população

Obra está orçada em quase R$ 80 milhões e possui 16,5 quilômetros
Projeto do Anel de Contorno Viário é apresentado à população
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 14/09/2018 às 14:10

O projeto de engenharia para as obras de reabilitação com duplicação da rodovia SC-108, no trecho Urussanga – Criciúma e contorno de Cocal do Sul, foi apresentado na noita dessa quinta-feira, dia 13. A consulta pública organizada pelo Governo Municipal de Cocal do Sul e Departamento Estadual de Infraestrufutura de Santa Catarina – DEINFRA ocorreu no salão de festas da igreja matriz e reuniu mais de 200 pessoas.

O engenheiro Alexandre Mosimann Silveira, gerente de projetos da empresa Iguatemi, fez a apresentação detalhada do projeto. A obra possui 16,4 quilômetros.  Ela inicia em Urussanga, na rótula onde passa a ferrovia e vem em direção a Criciúma. Na SC-108, no acesso a Rio Comprudente é onde começará o contorno de Cocal do Sul, passando por Linha Espanhola, atravessando a SC-442 em direção a Cocal do Sul, cruzando a estrada de Linha Cabral em direção a SC – 108 até as proximidades da SER ELIANE, no bairro Jardim das Palmeiras, e segue duplicada até o Anel Viário de Criciúma.

A Rodovia será duplicada e contará com calçada compartilhada com ciclista com larguras diferentes entre trecho rural e contorno de Cocal do Sul. “As interseções mais importantes do trecho como o início do contorno, travessia sobre a SC-442, Linha Cabral e no final do contorno, serão através de viadutos em dois níveis.  Os demais locais, como na Linha Espanhola, nós iremos fazer retornos próximos para que as  pessoas possam acessar a rodovia. Já nos demais bairros por onde o traçado corta faremos acessos normais com retornos nos viadutos mais importantes, alem de acesso projetados  que são ligações para comunidades e propriedades rurais”, relata Alexandre.

A obra está orçada em quase R$ 80 milhões e inclui o trabalho de terraplanagem, pavimentação, drenagem, sinalização, meio ambiente, obras de arte, entre outros.

Para o prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin o município esta dando o seu primeiro e importante passo que é ter em mãos a conclusão deste projeto de viabilidade desta obra de mobilidade para a região. “Nós só temos a agradecer ao Governo do Estado por meio do Deinfra, a empresa Iguatemi pela elaboração técnica. Cocal do Sul espera e luta por esta obra há muitos anos, pois irá tirar o trânsito pesado do centro da cidade.

Segundo o gerente de projetos do Deinfra, Juliano Pacheco a execução da obra é o próximo passo. “Não temos como precisar data de início desta obra. Este projeto esta incluso para ser executado com recursos do BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento. Estamos finalizando o BID 6 com a inclusão deste projeto que poderá ser contemplado com o BID 7”, ressaltou.

Colaboração: Maria Luzia Da Rolt / Prefeitura Cocal do Sul

Anúncio