InternetData CenterAssinante

Alterações no estacionamento rotativo de Criciúma

Mudanças começaram nos últimos 15 dias e planejamento segue nos próximos dias
Alterações no estacionamento rotativo de Criciúma
Foto: Arquivo Engeplus
Por Jessica Rosso Em 24/04/2018 às 17:17

Quem utilizou o estacionamento rotativo no Centro de Criciúma, por um breve tempo, nos últimos 15 dias, percebeu que não há mais tolerância de cinco minutos. Além disso, o número de monitores aumentou de um para dois, em ruas do Centro que possuem maior movimento de carros. São elas: Marcos Rovaris, Getúlio Vargas e Rui Barbosa. Para os próximos dias também será ampliada a região onde o estacionamento é cobrado. 

Segundo o gerente do Criciuma Rotativo Frank Bez Fontana, não está na Lei que deve existir um tempo de tolerância. " Na verdade isso é uma questão de bom senso, só que não está havendo, e isso está sendo prejudicial para a população. Porque algumas pessoas dizem para o monitor que vão deixar apenas cinco minutos e acabam deixando mais tempo, e aí o monitor tem que lembrar dessas pessoas, e em áreas de muito movimento ele acaba esquecendo", explica o gerente sobre o porque da medida ter sido tomada. "Ele vai anotar, e o agente de trânsito, é quem vai passar e notificar caso tenha passado do tempo. Depois, o motorista vai acertar com o monitor. Se ele ficar menos que uma hora vai pagar o valor da hora cheia que é R$ 2", afirma. 

Ainda sobre o valor pago no estacionamento rotativo, o gerente explica que sempre que sobrar tempo do valor pago, o morista pode usar o restante em outra rua. " Por exemplo, o motorista pagou para usar das 13h às 14 horas, e só usou 30 minutos. Caso ele vá para outra rua, onde também é cobrado o estacionamento rotativo, ele ainda pode usar os outros 30 minutos dentro do horário pago", ressalta.


Mais monitores nas ruas, e mais ruas na cobrança de estacionamento rotativo

De acordo com Frank, muitas pessoas reclamam sobre estacionar e não encontrar o monitor, ou precisar esperar por ele. Por isso, outra medida tomada nos últimos dias, é o aumento de monitores em ruas de maior movimento. Nas ruas Marcos Rovaris, Getúlio Vargas e Rui Barbosa, que antes era apenas um, agora tem dois monitores. Atualmente 52 monitores estão nas ruas do Centro. Até sexta-feira, o número chegará a 60 monitores. 

Na próxima segunda-feira, o estacionamento rotativo passará a valer também na rua Henrique Lage. Também está no projeto ampliar a região de cobrança, não se limitando apenas a área Central, porém ainda não há uma previsão e quais ruas passarão a fazer parte do rotativo.