navegue nos blocos da capa

Tecnologia

santa catarina

TRE comemora ativação da biometria em todos os municípios do Estado

12
JUL
2017
| 11h31
11h31
Douglas Saviato
Especial
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
divulgação

Desde o dia 3 deste mês, a biometria está sendo realizada nos 295 municípios de Santa Catarina. A data marcou a concretização de umas das metas do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina para o ano de 2017. Isso só foi possível graças ao empenho dos 250 servidores envolvidos diretamente no processo da biometria, dos aproximadamente 1,2 mil estagiários, dos 180 militares e dos demais colaboradores. 

A biometria é um método tecnológico que permite reconhecer, verificar e identificar uma pessoa por meio de suas impressões digitais, que são únicas. O Secretário de Tecnologia da Informação, Álvaro Sampaio Corrêa Neto, destaca que o cadastro biométrico é utilizado para tornar as eleições ainda mais seguras e prevenir fraudes. “A biometria é um método de identificação do eleitor que traz mais segurança ao processo eleitoral. Com ela, cada pessoa só poderá votar se tiver sua digital identificada pela urna. Além disso, toda a base de dados da Justiça Eleitoral será utilizada pelo documento de Identificação Civil Nacional”.

Atualmente, o cadastro biométrico está acontecendo de forma obrigatória em 43 municípios catarinenses. A meta é que 80% do eleitorado desses municípios esteja biometrizado ao final da revisão. 

“O Tribunal Superior Eleitoral estipulou uma meta anual quanto ao número de eleitores que devem ser incluídos no cadastro biométrico. A meta para Santa Catarina, de agora até o próximo fechamento do cadastro eleitoral das Eleições 2018, é próxima a 1,3 milhão eleitores. Isso se traduz em uma meta numérica de 80% para as revisões de eleitorado. Comparecer ao cadastramento, nos casos de revisão, é obrigatório ao eleitor. Por isso, é essencial que o eleitor participe para que, em poucos anos, a gente possa ter todos os eleitores do Brasil atendidos biometricamente”, frisa o assessor especial de planejamento estratégico e de eleições do TRE-SC, Augusto César Campos.

Colaboração: Stefany Alves / Comunicação TRE-SC

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Veículo sai da pista, capota e dois ficam feridosOs desafios e necessidades para o futuro do Rio MainaFestival de Ofertas Forauto terá food trucks e exposição de carros antigosÚltimos filmes de Piratas do Caribe perdem o fôlego, mas não estragam a franquiaA chance de Márcio Búrigo deixar o PPFestival de Corais mostra talentos na primeira noite