InternetData CenterAssinante

Viagem Tabelando: olha a foto, a gasolina e o roteiro errado

Grande cobertura para este jogo da Copa do Brasil; antes, o nosso time foi aproveitar
Viagem Tabelando: olha a foto, a gasolina e o roteiro errado
Por Mateus Mastella Em 30/07/2021 às 20:54

O clima do time é o melhor impossivel, mas antes eu preciso contar os bastidores do time Tabelando. Olha, nunca vi tanto flash e tanta foto por tudo e por todos. “Tira selfie aqui, Fabrício”. “Bate foto aqui, Ronald”. “Vai ali para bater uma foto, Crippa”. E realmente precisa de tudo isso mesmo, porque o hotel e o momento é muito top.

Antes de todo esse glamour, eu preciso contar da gasolina. A viagem tranquila, resenha rendendo, quando o carro avisa que precisa abastecer - tinha autonomia para 50km. Seguimos por quase 25km, quando encostamos em um posto de gasolina. Crippa baixou o vidro, falou para o atendente que queria encher o tanque, porém…. “não temos gasolina, senhor”. Ficamos tranquilo, tomamos até um café no local e seguimos em frente - neste momento, estavamos um pouco após Paulo Lopes.

O papo já não era mais frequente e os olhos se voltavam para a tal da autonomia. Faltando 10km, aparece uma placa de posto em 1km. O problema que é posto era logo após um morrinho e ficava ruim de ver. Quando Crippa observou já tinha passado da entrada, freiou forte e conseguiu ‘brekar’ a tempo… da saída. Tivemos que cometer uma irregularidade, entrar pela saída, mas ali, pelo menos, tinha gasolina.

Seguimos a nossa viagem, encaramos uma escala de 5 horas regada a água, almoço e até banco imobiliário para passar o tempo - tentei achar um baralho, não consegui. Chegamos no Rio de Janeiro e fomos para o hotel, o mesmo do Tigre. Realmente o local é top e o horário já marcava 20h.

Roteiro errado
Saímos para jantar e o tal de Mateus Mastella, este que vos escreve, entendeu o roteiro errado e andamos por duas quadras para encontrar um restaurante/bar, diferente do que o recepcionista tinha indicado. Paramos ali, comemos um belo de frango a milanesa e carne grelhada, com um arroz top e muita coisa engraçada, porque tava todo mundo cansado, mas, ao mesmo tempo, feliz por estar naquele local. Só de lembrar deu fome. Fomos para o hotel e se encontramos no outro dia para o café. Aliás, o time que come bem em (hehe).

Enfim, neste dia visitamos alguns lugares, fomos até onde estava o torcedor do Fluminense para colher informações e até programa para a RTV fizemos do terraço do hotel.

Quando era 13h30, o Tigre chegou (veja no vídeo abaixo) e a gente já sabia que o momento ainda era mais histórico. O clima espetacular, todos empolgados e com muito respeito ao Fluminense e a vontade de fazer o jogo só aumenta. 

 

Enfim, todo o glamour que eu falei lá no início realmente mostra que o Tabelando cresceu de patamar e estamos juntos. Os jogadores estão sérios e empolgados, mas o respeito com Fluminense é gigante. Do mesmo tamanho que o Criciúma está fazendo na Copa do Brasil

 

A hora do jogo está chegando e, neste sábado, das 9h até 10h, tem Debate Tabelando especial, direto do Terraço do Hotel do Tigre. Expectativa da partida e muita coisa para falar e torcer! Vamos para o jogo e eu espero contar detalhes da classificação do Tricolor aqui nestas linhas mal traçadas por este humilde jornalista.