InternetData CenterAssinante

Crônica do Didé: A festa vai começar

Crônica do Didé: A festa vai começar
Foto: Celso da Luz/CEC
Por Didé Fontana Em 23/10/2021 às 12:49

É fora de casa, em outro estado, a três mil quilômetros de distância, no nordeste brasileiro que um time vencedor vai a campo para uma decisão.  Conectado a outro time, presente no sul do Brasil, em solo catarinense, em casa, enviando suas energias para aqueles que serão os responsáveis em vencer e chegar a um dedo do pé de distância do acesso.

De um lado, festa; de outro, jogo
Dois times Carvoeiros, em locais diferentes e interligados em um objetivo em comum, com cada um fazendo o seu trabalho: de um lado, um faz festa, de outro, jogar bola. Três dias de viagens e escalas em aeroportos até a longínqua terra da Paraíba, com logística apertada e cansativa, mas com um elenco concentrado e preparado para mais uma batalha, pronto para tomar o forte da Paraíba e a um passo rastejando de distância do acesso.

De outro lado, semanas e semanas de preparação, mobilização e chegando o grande dia, com a imensa torcida Os Tigres comemorando seus 15 anos em uma festa, que caiu na mesma data decisiva na Paraíba. A festa Carvoeira será do tamanho da grandeza do clube e da torcida.

Onze anos de uma grande festa
Série C, 2010, mata-mata, jogo do acesso, Macaé de adversário, um sábado nublado, casa cheia, muito cheia, cidade vestida de amarelo, preto e branco, e um só grito o dia todo: “Vamos subir, Tigreeeee, êêêêê, êêêêê, vamos subir, Tigreeee”.

O dia 23 de outubro daquela época tem muito em comum com o deste sábado: decisivo, Série C, grande festa da torcida, briga pelo acesso, time com muita garra e vontade de jogar e principalmente, um grande dia para gastar a voz gritando, cantando, xingando e torcendo pelo Criciúma Esporte Clube.

Foi com o apoio incondicional de uma imensa torcida apaixonada pelo time que o Criciúma conseguiu o acesso à Série B, e será com o apoio dessa mesma imensa torcida que, neste sábado, a bandeira Carvoeira poderá estar, em partes, quase fincada em solo da Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro.

@Didefontana é jornalista e colabora para o Tabelando e Engeplus