InternetData CenterAssinante

Um presidente e dois comandos

O que vale?
Por Moisés Souza Em 29/05/2020 às 12:00

Fala, Moisés!

Desde que comunicou sua saída, o presidente do Criciúma, Jaime Dal Farra, deu margem para que o campo das especulações entrasse em evidência. E no debate home office promovido pela equipe esportiva Tabelando, esse campo apresentou um novo fator.

Convidado pela equipe, o conceituado integrante da imprensa esportiva de Criciúma, Gilberto Custódio, repassou uma colocação feita a ele pelo presidente Jaime Dal Farra.

Conforme Gilberto, o presidente do Tigre admite a possibilidade de permanecer na presidência do clube se dispondo a ficar até o fim do mandato, marcado para dezembro de 2021. Essa afirmação colocada por Jaime seria para contribuir politicamente com o Tigre, mas acabou colocando um novo ponto de interrogação no caminho que o clube tem até o final deste ano.

A carta entregue por Dal Farra diz respeito ao desligamento da Gestação de Ativos (GA), formalmente ainda não um comunicado oficial que garanta a saída de Jaime da presidência do Criciúma.

Entretanto o advogado, Albert Zilli, confirmou durante a transmissão do programa que ao sair a (GA), Jaime não tem interesse em permanecer no clube.

Aqui duas palavras diferentes de dois nomes importantes do Criciúma, Jaime Dal Farra e Albert Zilli. Outro ponto é o que diz o estatuto.

Acredito que o presidente Jaime Dal Farra não deva permanecer na presidência em 2021, mas a colocação dele ao colega Gilberto Custódio no mínimo cria uma nova especulação para a novela do Tigre que segue até uma definição ou até 31 de dezembro.

Vamos aguardar os próximos capítulos.

Um forte abraço aos internautas e se liguem na equipe esportiva Tabelando.