InternetData CenterAssinante

SC-445: vegetação tapa acostamento e causa riscos aos pedestres, ciclistas e condutores

Trechos mais prejudicados pela vegetação alta são no bairro Vila São Jorge e na 'serrinha'
SC-445: vegetação tapa acostamento e causa riscos aos pedestres, ciclistas e condutores
Foto: Divulgação/ Pedro Valcir
Por Jessica Rosso Em 19/02/2020 às 19:57

A rodovia SC-445, que liga Criciúma e Siderópolis, novamente tem sido alvo de reclamações da população. A vegetação está cobrindo vários trechos do acostamento da via dificultando a passagem e causando riscos para pedestres e ciclistas. Já os motoristas estão tendo dificuldades em visualizar as placas de sinalização de trânsito. Os trechos mais prejudicados pela vegetação alta ficam localizados no bairro Vila São Jorge e na localidade da 'serrinha'

O ciclista amador Mericlis Nesi, conhecido por Mek, faz provas de longa distância e em seus treinos procura sempre fazer em asfalto, 'estradão', e por isso, utiliza bastante a SC-445 para pedalar. Pelo menos duas vezes na semana ele faz o percurso. "Sou da região de Treviso, meus pais são de lá, mas moro em Criciúma e faço muito esse trecho, vou muito para esses lados", afirmou. 

Entretanto, o ciclista afirma que faz um bom tempo que percebe que o mato invadiu o acostamento e não tem mais como passar pelos trechos. "Temos que passar pela rodovia, onde tem os carros", ressaltou. A última vez que Mek pedalou pela rodovia SC-445 foi na sexta-feira, dia 14 de fevereiro.

O vereador Pedro Valcir de Souza recebeu várias reclamações sobre a situação e fez uma postagem em sua rede social (facebook) sobre o assunto. Ele disse que "ciclistas e pessoas que fazem caminhadas, são obrigados, muitas vezes a fazer o trajeto na pista de rolamento, pois o acostamento esta tomado pela vegetação". O vereador fez um requerimento para ser encaminhado ao Deinfra.

" O governo de Santa Catarina disse que as coisas mudariam, no entanto, só se for daqui para frente, pois quanto à infraestrutura e manutenção das rodovias, esta vindo na mesma batida do outro governo", disparou em seu depoimento.

O vereador disse ainda que obteve a resposta do Deinfra. Segundo Souza, o órgão informou a ele que uma operação de limpeza está sendo realizada na Serra do Rio do Rastro, e após a finalização desta e que será realizado o corte de vegetação e manutenção no sistema de drenagem.