InternetData CenterAssinante

Polícia Militar emite nota oficial após confronto policial

PM instaurou processo de investigação para esclarecer todos os fatos
Polícia Militar emite nota oficial após confronto policial
Foto: Thiago Hockmüller/Portal Engeplus
Por Jessica Rosso Em 01/04/2020 às 21:50

A Polícia Militar divulgou na noite desta quarta-feira, dia 1º, uma nota oficial sobre as ações militares desencadeadas com o objetivo de capturar o autor de um crime que resultou na morte de um policial. O autor foi identificado como Fabiano Dozol, de 29 anos, e na tarde desta quarta, morreu após um confronto com a polícia em uma localidade entre Balneário Torneiro e Balneário Esplanada. 

Em nota a polícia afirma que foi instaurado um processo de investigação, a fim de esclarecer todos os fatos ocorridos. Confira o que diz a nota:

A Polícia Militar de Santa Catarina, com seus quase 185 anos de contribuições e conquistas para o povo barriga verde, vem a público fazer lembrar a dor que cada um de nós, ainda está vivenciando devido a inesperada e violenta perda do Cabo PM João Batista Figueiredo Ribeiro, durante uma ocorrência na data de ontem (31).

Na mesma ocasião, outro policial militar restou ferido e segue hospitalizado. Como desdobramento deste trágico fato, várias ações policiais militares foram desencadeadas com o objetivo de localizar o autor. De imediato, o criminoso foi reconhecido, iniciando-se as operações de busca. Várias frações de tropa especializadas, oriundas de outras cidades, foram mobilizadas nessa missão.

Na tarde de hoje (01), o autor do homicídio foi encontrado por uma equipe de policiais militares, tendo ocorrido um confronto, que culminou com a sua morte. Destaca-se, que em ocorrência de tamanha magnitude, a Polícia Militar age de ofício instaurando o devido procedimento investigatório, a fim de esclarecer todos os fatos ocorridos.

Eventuais denúncias, que aportarem em nossos órgãos correcionais, serão apuradas em consonância com a legislação vigente. Prosseguimos intransigentes com a ilegalidade e atuando em nome da defesa das instituições democráticas, pois a necessária transparência dos nossos atos não é algo discricionário, mas sim um atributo obrigatório para todos os integrantes da Policia Militar Catarinense.

Criciúma, 01 de abril de 2020.

Cosme Manique Barreto - Comandante da 6ª Região de Polícia Militar