InternetData CenterAssinante

Polícia Civil: preso suspeito de esfaquear transexual em Içara

Policiais cumpriram um mandado de prisão na manhã desta sexta-feira, dia 23
Polícia Civil: preso suspeito de esfaquear transexual em Içara
Foto: Rafaela Custódio / Arquivo Engeplus
Por Rafaela Custódio Em 23/10/2020 às 14:48

A Polícia Civil de Içara cumpriu na manhã desta sexta-feira, dia 23, em Criciúma, um mandado de prisão contra um homem suspeito de desferir 30 golpes de faca contra uma transexual. O crime aconteceu na madrugada do último sábado, em Içara, contra Rebeka Rodrigues, de 28 anos. 

Segundo o delegado Marcelo Viana, dois homens são suspeitos do crime, porém apenas um foi preso. “Não podemos falar mais nada, pois a investigação ainda está acontecendo. Cumprimos um mandado de prisão na manhã de hoje e continuaremos trabalhando e investigando”, comenta. 

Entenda o caso 

Uma transexual de 28 anos foi esfaqueada por dois homens no último sábado, dia 17, em Içara, por volta das 6 horas. A vítima recebeu cerca de 30 facadas ao realizar um encontro e foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada em estado grave para o Hospital São Donato (HSD). 

Natural de Uberlândia (MG), Rebeka Rodrigues mora em Criciúma há sete anos. Em virtude das agressões e do preconceito, a última quarta-feira, dia 21, foi marcada por um protesto em frente ao Fórum de Criciúma. O principal pedido foi por respeito, empatia e principalmente por mais segurança às pessoas LGBTQI+. 

O Brasil chegou a 129 assassinatos de pessoas trans nos oito primeiros meses de 2020, com aumento de 70% em relação ao mesmo período do ano passado. O número também já é superior em relação ao último ano inteiro, quando foram registrados 124 assassinatos, segundo dados da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra).