InternetData CenterAssinante

Mulher acusada de planejar morte do marido é presa em Jaguaruna

Vítima tinha 45 anos e foi morta com um tiro na cabeça em junho deste ano
Mulher acusada de planejar morte do marido é presa em Jaguaruna
Foto: Thiago Hockmüller/Arquivo Engeplus
Por Thiago Hockmüller Em 25/09/2020 às 11:17

A Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira, dia 25, em Jaguaruna, uma mulher acusada de ter planejado a morte do marido. O crime aconteceu no dia 8 de junho, quando a vítima foi encontrada morta no interior de sua casa, no Centro do município, atingida na cabeça por um disparo de arma de fogo.  

De acordo com a Polícia Civil, o homem tinha 45 anos e era portador de paraplegia. Após cerca de quatro meses de investigação, a Delegacia de Polícia de Jaguaruna concluiu que o crime fora executado por um homem de 28 anos, natural do Rio Grande do Sul, a mando da esposa da vítima, de 42 anos, mediante promessa de uma recompensa. 

A mandante do crime foi presa em Jaguaruna, durante o cumprimento de mandado de prisão preventiva, expedido pela 2ª Vara da Comarca de Jaguaruna, após parecer favorável do Ministério Público. Ela foi encaminhada ao Presídio Feminino de Tubarão. 

O autor do disparo já havia sido preso no dia 16 de setembro, em Porto Alegre. Na ocasião ele foi alvo de um mandado de prisão temporária - posteriormente convertido em mandado preventivo. Ele está preso na Penitenciária de Canoas, uma vez que também é investigado pela prática de um homicídio, cometido na cidade gaúcha em abril deste ano. As diligências contaram com o apoio da 1ª Delegacia de Homicídios de Porto Alegre. 

Ainda de acordo com a Polícia Civil, os dois indiciados confessaram o crime, todavia divergiram sobre o valor negociado para o cometimento do homicídio.

Leia mais sobre: