InternetData CenterAssinante

DIC de Criciúma esclarece primeiro homicídio do ano

Crime ocorreu no dia 2 de janeiro deste ano
DIC de Criciúma esclarece primeiro homicídio do ano
Foto: Divulgação
Por Jessica Rosso Em 10/03/2020 às 19:56

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma concluiu o inquérito policial que apurou o homicídio do idoso Cedenir dos Santos, de 63 anos de idade. Ele foi morto no dia 2 de janeiro deste ano, com 14 tiros, em uma rua do bairro Cristo Redentor.

Através das investigações realizadas pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa esclareceu-se que a vítima recebeu o 'decreto de morte' de um grupo criminoso que atua em Santa Catarina. Segundo o delegado André Milanese, a vítima foi acusada de praticar crime sexual em uma criança do bairro. Ainda conforme o delegado, o homicídio foi cometido por um jovem de 18 anos de idade, na companhia de um adolescente de 15 anos de idade.

As investigações também apontaram que o mandante do homicídio foi um homem de 31 anos de idade, apontado como líder do grupo criminoso, no bairro Cristo Redentor, sendo ele indiciado pelos crimes de homicídio qualificado (motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima) e de corrupção de menores.Além dele, outro homem, conhecido no meio policial, por já ter praticado quatro homicídios quando adolescente, também foi mandante do crime.

Conforme o delegado o Juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Criciúma decretou as prisões preventivas dois dois mandantes do crime, que ainda não foram localizados.

Já o adolescente, que possui 28 passagens policiais, a maioria por tráfico de drogas e receptação de veículos furtados, responderá perante a Delegacia de Polícia da Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) pela prática do ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado.