InternetData CenterAssinante

Ciclistas se reúnem em manifestação após adolescente morrer atropelado em Criciúma

Grupo realiza protesto no local do acidente, na avenida Centenário
Ciclistas se reúnem em manifestação após adolescente morrer atropelado em Criciúma
Foto: Rafaela Custódio / Portal Engeplus
Por Rafaela Custódio e Jessica Rosso Em 23/06/2020 às 20:03

Em Criciúma, cerca de 150 ciclistas estão reunidos no local do acidente que resultou na morte de um adolescente de 13 anos na noite desta terça-feira, dia 23. Ele foi atropelado por um ônibus na avenida Centenário, próximo ao Terminal Central, enquanto andava de bicicleta, no sentido Pinheirinho.

A principal solicitação dos manifestantes é por uma ciclovia, uma promessa antiga dos governantes, explicou um dos organizadores do movimento Tiago Vitório.  “É algo que estamos adiando faz tempo, fizemos passeatas antes da pandemia (do coronavírus) e os problemas sempre continuam. O pessoal se acostumou a andar na pista do amarelinho, mas o governo não se mexe para fazer algo para nós ciclistas. É uma tragédia o que aconteceu hoje. Pode ter sido um descuido, mas nada justifica uma morte. Vamos levar esse protesto para frente, pois a morte de um menino de 13 anos não ficará impune”, comentou o ciclista Ricardo Rodolfo que faz parte do grupo Pedal de Criciúma que conta com 120 membros.

Os manifestantes usaram faixas pedindo uma ciclovia na cidade. “Vamos continuar com o pedido até conseguirmos, pois isso é um descaso conosco”, pontuou Rodolfo. A Polícia Militar (PM) e a Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT) de Criciúma acompanham o ato.

A empresa de ônibus emitiu uma nota sobre o acidente, lamentando o ocorrido. Leia:

Nota da empresa

O Grupo Forquilhinha lamenta, com profundo pesar, o acidente ocorrido na noite desta terça-feira, dia 23 de junho, em Criciúma. 

A empresa está neste momento com suas equipes fazendo o acompanhamento das circunstâncias do acidente e está totalmente à disposição da família e das autoridades para dar todo o suporte necessário neste momento de tamanha dor. A empresa reitera que já acionou os órgãos de segurança competentes para acompanhar e investigar o caso. 

O Grupo Forquilhinha se coloca à disposição para quaisquer esclarecimentos.