InternetData CenterAssinante

Caso Joãozinho Bellucco: mais uma pessoa é presa pelo homicídio do taxista

Polícia Militar prendeu um homem de 24 anos e o encaminhou ao presídio de Criciúma
Por Rafaela Custódio Em 14/02/2020 às 07:40

Um homem, de 24 anos, que estava com um mandado de prisão ativo por um suposto envolvimento no caso envolvendo a morte do taxista Joãozinho Bellucco, em Urussanga, no mês de janeiro. A ocorrência foi registrada na noite dessa quinta-feira, dia 13, às 21 horas, na rua 20 de Maio, na área Central de Morro da Fumaça. 

De acordo com a Polícia Militar (PM), guarnições abordaram o homem e ao consultar seu nome no sistema, perceberam que ele estava com um mandado de prisão ativo por homicídio, com isso, ele foi encaminhado ao Presídio Santa Augusta em Criciúma. Além do homem de 24 anos, mais duas pessoas já foram presas em Cocal do Sul pela Polícia Civil. 

O corpo de Bellucco foi encontrado no dia 18 de janeiro. Ele estava desaparecido desde o dia 14, quando deixou a sua casa no Centro do município de Urussanga para uma corrida no bairro De Villa.   

O corpo foi encontrado no interior do município, em uma mata na localidade de Morro da Lagoa, e recolhido pelo Instituto Geral de Perícias (IGP). O carro utilizado por Bellucco, um Fiat Siena branco, já havia sido encontrado incendiado no bairro Figueira. 

Leia mais
 

Dois são presos no caso Joãozinho Bellucco

Taxista de Urussanga está desaparecido

Carro de taxista é encontrado incendiado no interior de Urussanga

Taxista Joãozinho Bellucco segue desaparecido

Taxista segue desaparecido e família lamenta falta de informações

Corpo encontrado em Urussanga é do taxista Joãozinho Bellucco