InternetData CenterAssinante

Polícia Federal prende trio por estelionato, falsidade documental e associação criminosa

Trio descontava cheques clonados em agências bancárias da região
Polícia Federal prende trio por estelionato, falsidade documental e associação criminosa
Foto: Reprodução
Por Heitor Carvalho Em 17/08/2019 às 08:51

A Polícia Federal de Criciúma, prendeu em flagrante um jovem de 18 anos, natural do estado de São Paulo, por tentativa de estelionato. A prisão aconteceu em uma agência bancária na cidade de Morro da Fumaça, enquanto o suspeito tentava descontar um cheque clonado na boca do caixa.

Segundo a Polícia Federal, a partir das informações colhidas no flagrante, verificou-se que o jovem teria praticado o mesmo crime, troca de cheques clonados, em outras agências bancárias de Criciúma e municípios próximos,  durante o período que permaneceu na região. Ainda de acordo com as investigações, o crime tinha o envolvimento de mais pessoas.

Visando a elucidação do caso, na manhã de ontem, sexta-feira, dia 16, outros dois envolvidos na prática dos crimes foram localizados. Os suspeitos foram abordados na saída de um hotel, sendo encontrados com eles diversos cheques clonados, além de vários comprovantes de depósito de cheques realizados nestes dois últimos dias.

Os dois abordados, um de 27 anos e outro de 28, ambos também naturais do estado de São Paulo, foram conduzidos até a Delegacia de Polícia Federal de Criciúma, para lavratura do flagrante pelo crime de falsidade e, posteriormente, foram encaminhados para o Sistema Prisional.

Todos os envolvidos responderão pelo crime de estelionato, falsidade documental e associação criminosa, com penas previstas de reclusão de até 5, 6 e 3 anos, respectivamente, devendo ser aprofundada a investigação a fim de identificar outros casos semelhantes cometidos na região.