InternetData CenterAssinante

Polícia Civil prende homem com 2,5 kg de maconha

Fato aconteceu em Tubarão na manhã desta quarta-feira, dia 12
Polícia Civil prende homem com 2,5 kg de maconha
Foto: Divulgação
Por Jessica Rosso Em 12/06/2019 às 13:57 - Atualizado há 2 meses

Um homem foi preso por tráfico de drogas na manhã desta quarta-feira, dia 12 em Tubarão, no bairro São João. De acordo com o delegado Rubem Testom, que reassumiu a Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil de Tubarão na última segunda-feira, dia 10, o suspeito estava sendo investigado. Ele era apontado nas investigações como membro atuante de uma facção criminosa que atua no município. Ele também seria responsável pela distribuição de drogas a diversos pontos de venda do Município de Tubarão. Ainda conforme o delegado o homem já é conhecido no meio policial e já foi preso por tráfico de drogas.

"Nós vinhamos já trabalhando com alguns informes de investigação e algumas deligências em relação ao indivíduo". Segundo o delegado o homem foi abordado em um veículo e com ele foram encontrados 2,5kg da substância maconha.O homem ainda tentou evitar a abordagem e empreender fuga, mas não obteve êxito. "Vindo a ser abordado recebeu a voz de prisão em flagrante pelo crime do artigo 33 da Lei de drogas, sobretudo, pela investigação em andamento e pela quantidade significativa e expressiva de droga que ele trazia consigo", afirmou. A prisão foi realizada durante a Operação Goro da Polícia Civil de Tubarão. O homem foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil, onde se lavrou o Auto de Prisão em Flagrante, e depois encaminhado para o Presídio Regional Masculino de Tubarão.

Sobre a operação:

A operação recebeu este nome em alusão ao personagem Goro, do game Mortal Kombat. Isso porque a ação logrou êxito em prender mais um “braço” dessa associação para o tráfico de drogas e outros crimes, que atua na região. Durante as últimas semanas a Dic intensificou as diligências para combater os crimes praticados pela organização criminosa que domina o narcotráfico e os crimes violentos praticados na cidade azul conforme informações da Polícia Civil.