InternetData CenterAssinante

Caso Brenda: homem diz ter assassinado adolescente por vingança

Suspeito foi preso nesta terça-feira e chegou à DIC de Araranguá sob gritos de 'assassino'
Caso Brenda: homem diz ter assassinado adolescente por vingança
Foto: Karin Mariana / Rádio Araranguá
Por Redação Engeplus Em 18/09/2019 às 01:02 - Atualizado há 1 mês

Após três dias de investigação, a Polícia Civil de Araranguá concluiu as investigações do caso Brenda, a jovem de 14 anos brutalmente assassinada na última semana. O suspeito foi preso na tarde desta terça-feira, dia 17, em um posto de saúde de Torres (RS). Ele deu entrada no local após ingerir veneno de rato para tentar suicídio.

Conforme informações da Rádio Araranguá, em coletiva de imprensa realizada na noite desta terça-feira, o delegado Lucas Fernandes da Rosa, coordenador da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá explicou que o assassinato teria acontecido por uma vingança.

Após ser preso, o suspeito confessou o crime e levou os policiais até o local onde teria escondido a faca utilizada para matar a jovem, e o veículo usado para abandonar o corpo (um Corsa de cor verde).

No local, os materiais foram apreendidos e serão periciados. A faca apresentava a falta de um rebite, que havia sido encontrado ao lado do corpo de Brenda. O homem alegou ter cometido o crime por vingança, após ter tido um relacionamento com a mãe da vítima. Ele disse não se conformar com o fato de a mulher ter outros relacionamentos, e por isso decidiu assassinar a filha.

De acordo com o delegado, o homem utilizou o pretexto de conversar com Brenda sobre sua mãe e a chamou quando ela saía da manicure em Maracajá. Dali, o criminoso levou Brenda até Passo de Torres, onde a agrediu e a esfaqueou.

O homem chegou a acompanhar a mãe de Brenda na ida à Delegacia de Polícia no último sábado para registrar o Boletim de Ocorrência (BO) do desaparecimento da adolescente. Além disso, ele também foi com a mãe de Brenda até o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o reconhecimento do corpo, além de ter comparecido ao velório da menina.

O homem chegou à sede da DIC de Araranguá às 22h30 desta terça-feira, sob os gritos de "assassino". A Polícia Civil pedirá a conversão de sua prisão temporária para preventiva à Justiça, e deve concluir o inquérito policial após formalizações. 

Leia mais sobre o caso

Adolescente desaparecida em Maracajá é encontrada morta em Passo de Torres

Imagem do momento em que Brenda desaparece foi apagada do sistema de segurança

Suspeito de matar adolescente encontrada em Passo de Torres é preso