Segurança

Araranguá

Caminhões são flagrados com excesso de peso na BR-101

Um dos veículos ultrapassou a capacidade de pesagem da balança rodoviária

08
JUN
2018
| 16h51
16h51
Jessica Rosso
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Divulgação

Dois veículos de carga transportando areia foram flagrados pela Polícia Rodoviária Federal com 47.420 quilos de excesso de peso na manhã desta sexta-feira, dia 8, na BR -101 em Araranguá. Um dos abordados ultrapassou a capacidade de pesagem da balança rodoviária.

Inicialmente foi abordado um Ford/Cargo de Xangri-lá/RS. Somando a carga e o veículo, o caminhão poderia transportar no máximo 42.100 quilos, mas transitava com quase 54 toneladas, ultrapassando inclusive a capacidade máxima de tração (CMT), que é o peso máximo a ser tracionado de maneira segura conforme o fabricante. Ele foi autuado em 7.670 reais.

Posteriormente, um bitrem tracionado por um Iveco/Stralis de Araranguá ultrapassou a capacidade de aferição da balança rodoviária. As duas carretas que ele levava tiveram que ser pesadas separadamente e o total do conjunto com a carga somou 95.770 quilos, muito acima dos 59,850 toneladas que podia carregar e também ultrapassando a CMT. O valor das autuações chegam a 30.435 reais.

O proprietário do veículo de Araranguá é reincidente em transportar excesso de peso e somente esse caminhão já acumula mais de 80 mil reais em multas, ultrapassando metade de seu valor comercial. Além das autuações, ele responderá a Termo Circunstanciado por dano ao patrimônio público e por expor a vida ou saúde de outrem a perigo direto e iminente.

Foi efetuado o transbordo da carga excedente no local para que os veículos pudessem ser liberados.

O excesso de peso é transmitido integralmente ao pavimento asfáltico, danificando-o, e ainda oferece riscos aos motoristas e demais usuários da via, pois sobrecarrega os sistemas de freios e suspensão, aumentando o risco de falhas.

Colaboração: Nucom/ PRF

Leia mais sobre: araranguá, caminhoes, peso
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Atrações especiais marcam aniversário de oito anos da Feira LivreExperiência de Oração será realizado neste fim de semanaMobilidade urbana norteia debate do Cultura AcicGestantes recebem orientações sobre gravidez e cuidados com os bebêsSuspeitos de cometerem homicídio são presosUnesc comemora 50 anos em evento com a participação da comunidade