InternetData CenterAssinante

Polícia Civil esclarece homicídio praticado em 2015

Crime ocorreu no bairro Cristo Redentor
Polícia Civil esclarece homicídio praticado em 2015
Foto: Divulgação
Por Jessica Rosso Em 10/10/2017 às 18:15

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma finalizou o Inqúerito Policial (IP) que apurou o homicídio de Mateus Alvez Oliveira, de 18 anos, morto com dois tiros na cabeça no dia 7 de fevereiro deste ano. O crime ocorreu no bairro Cristo Redentor, em Criciúma. 

Conforme a Polícia Civil, o autor dos disparos confessou o crime nesta terça-feira, dia 10. " Um mês depois do assassinato, ele foi apreendido em flagrante em um assalto a uma loja de autopeças de Criciúma, sendo apreendido também um revólver calibre 32, que conferia com o calibre da arma utilizada para matar Mateus", conta o delegado André Milanese. "Mas o resultado da perícia de comparação balística entre a arma e o projétil retirado do corpo da vítima, foi concluído apenas agora, após dois anos", disse. 

Durante esse tempo ele ficou internado no Casep de Itajaí em razão do roubo na loja de autopeças, passou pela Casa de Semiliberdade de Blumenau e após completar maioridade permaneceu preso por três meses no Presídio Regional de Criciúma por envolvimento em roubos. Ele estava em liberdade provisória desde desde o dia 21 de junho. 

Ainda segundo o delegado, como o crime foi praticado pelo rapaz quando ainda era adolescente, o IP está sendo encaminhado à Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, a Mulher e ao Idoso de Fronteira (DPCAMI) para a instauração de procedimento policial para apurar o ato infracional de homicídio praticado por ele.