InternetData CenterAssinante

Morte de recém nascida vira caso de polícia

Morte de recém nascida vira caso de polícia
Foto: Arquivo Engeplus
Por Denis Luciano Em 22/08/2017 às 17:40

A morte de uma bebê de pouco mais de um mês de vida em Criciúma está em vias de virar um caso de polícia. A criança, nascida em 5 de julho, faleceu na noite passada sob a alegação da mulher que cuidava dela de que a mesma se engasgou enquanto tomava mamadeira. Mas há suspeitas de que a razão não seja essa.

A mãe da criança é uma usuária de crack que sequer a assumiu. Tão logo a menina nasceu foi entregue a outra mulher, cujo marido – que registrou a criança em seu nome – encontra-se preso. Cogita-se que a falta de cuidados básicos possa ter ocasionado a morte. Profissionais que cuidaram dela nos primeiros dias de vida já alertavam para possíveis omissões no trato com a vítima.

O Conselho Tutelar, a quem cabe a denúncia, deve efetuar registro na Polícia Civil ainda hoje. O corpo se encontra no Serviço de Verificação de Óbito (SVO) e será submetido nas próximas horas a exame cadavérico para a constatação efetiva da causa da morte. O conselheiro tutelar Márcio Marcos da Silva informou que o Conselho ainda não vai se pronunciar a respeito do caso até que a ocorrência seja formalizada.

(Colaboração: João Zanini / Rádio Eldorado)