InternetData CenterAssinante

Adolescente foi assassinado por colega de classe

DIC de Criciúma desvendou homicídio nesta terça-feira
Por Amanda Garcia Ludwig Em 17/05/2016 às 18:03

A Polícia Civil de Criciúma esclareceu, nesta terça-feira, o homicídio de Gabriel Pereira Borba, de 15 anos, encontrado morto nesta madrugada no bairro Argentina, em Criciúma. Segundo o delegado André Milanese, coordenador da Divisão de Investigação Criminal (DIC), a investigação teve início nas primeiras horas desta manhã.

A polícia aponta como responsável pelo assassinato outro adolescente de 15 anos, colega de colégio da vítima. Ele confessou ter matado Gabriel após uma discussão, ocorrida enquanto o suspeito dava carona à vítima em uma bicicleta.

“Ele alegou ter matado a vítima por volta das 20:30 de ontem, utilizando um canivete, que foi jogado fora em um açude nas proximidades do local do crime. Depois, ele arrastou o corpo de Gabriel até um matagal, onde foi encontrado durante a madrugada. Na bicicleta, foram encontradas marcas de sangue. O adolescente também apresentava cortes na mão, decorrente do esfaqueamento da vítima”, relata o delegado.

O jovem, acompanhado de sua mãe, confessou o crime à autoridade policial. A investigação passa agora à Delegacia de Proteção à Mulher, à Criança, ao Adolescente e ao Idoso, uma vez que o homicídio foi cometido por um adolescente.  

Entenda -  Gabriel Pereira Borba, de 15 anos, que estava desaparecido desde as 20:30 dessa segunda-feira, dia 16, foi encontrado morto por volta das 3:40 da madrugada desta terça-feira. De acordo com informações da Polícia Militar de Criciúma, o jovem foi localizado na rua Antônio Daré nas proximidades da empresa Imbralit (apenas referência), no bairro Brasília, em Criciúma. Ele estava sendo procurado pela família e foi encontrado pelo cunhado, que acionou a Polícia Militar.