InternetData CenterAssinante

Exame do IML de menina morta em casa constata morte por estrangulamento

Resultado já foi entregue ao delegado responsável pelo caso
Exame do IML de menina morta em casa constata morte por estrangulamento
Foto: Reprodução
Por Cyntia Amorim Em 26/12/2014 às 12:13

Com o exame cadavérico em mãos, a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Tubarão constatou que a morte de Carol Seidler Calegari, que foi encontrada morta em casa na última segunda-feira, foi por estrangulamento. Conforme o delegado responsável pelo caso, Ruben Antônio Teston da Silva, não havia nenhum outro sinal de violência no corpo da menina, além do pescoço.

“Quem fez isso imobilizou a menina e matou por asfixia. Estamos aguardando outros exames mais específicos agora quanto a cena do crime, como alguns objetos que estavam no local”, contou o delegado.

A mãe da menina continua desaparecida. Além dos familiares e amigos que foram interrogados na terça-feira, a polícia conversou com mais pessoas que poderiam ajudar nas investigações.

O delegado ainda comenta que muitas histórias fantasiosas estão surgindo e tudo está sendo investigado pela equipe que cuida do caso. “Muitas histórias surgiram aqui na DIC. Ouvimos todas elas, mas estamos tendo bastante cuidado com o caso, pois muitas dessas histórias são fantasiosas”, diz.

Leia mais sobre: