InternetData CenterAssinante

Polícia Civil cumpre 50 mandados judiciais contra grupo criminoso paulista que atua em SC

Ação teve desdobramento em Laguna, com cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão
Polícia Civil cumpre 50 mandados judiciais contra grupo criminoso paulista que atua em SC
Foto: Divulgação/Polícia Civil/Portal Engeplus
Por Thiago Hockmüller Em 03/03/2021 às 10:27

Uma megaoperação policial foi deflagrada nesta quarta-feira, dia 3, em oito cidades catarinenses, inclusive com desdobramento em Laguna, no Sul do Estado. A Operação Rescaldo, liderada pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), deve cumprir 50 mandados judiciais expedidos pela Vara Criminal da Região Metropolitana de Florianópolis, após parecer favorável da 39ª Promotoria de Justiça da Capital.

O objetivo é confrontar uma organização criminosa oriunda de São Paulo que vem intensificando ações na tentativa de dominar pontos de venda de drogas no território catarinense. Com essa operação, a Draco chega à marca de 350 integrantes da mesma organização identificados, presos e indiciados pela Deic em inquéritos policiais desde 2017, quando o grupo vem cometendo diversos tipos de crimes no estado. 

Em Laguna, são cinco mandados de busca e apreensão a serem cumpridos. A operação iniciou por volta das 6 horas e deve cumprir, no total, 34 mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão também nas cidades de Itajaí, São José, Jaraguá do Sul, São Francisco do Sul, Timbó, Concórdia e Chapecó. 

“O objetivo é manter constante pressão sobre as facções criminosas, em especial essa de São Paulo. Assim como eles tentam se organizar e estabelecer em várias regiões do estado, nós temos que atuar e fazer uma repressão uniforme, integrada entre as delegacias das diversas regiões. É um inquérito da Draco, mas as diligências contam com a participação das unidades locais, das delegacias das comarcas, de modo que estejamos frequentemente fazendo operações, levando dificuldade e prejuízo para as organizações criminosas", explica o diretor da Deic, Luís Felipe Del Solar Fuentes, em entrevista ao Portal Engeplus

O efeito direcionado para a deflagração da Operação Rescaldo conta com mais de 60 policiais civis. Além da Deic, participam da operação policiais civis das unidades de polícia judiciária de Laguna, Concórdia, Timbó, Ascurra, Chapecó e Jaraguá do Sul.