InternetData CenterAssinante

Novas variantes do coronavírus são detectadas por testes oferecidos pelo Laboratório Búrigo

Cepa foi reportada pela primeira vez no Reino Unido, no mês de novembro
Novas variantes do coronavírus são detectadas por testes oferecidos pelo Laboratório Búrigo
Foto: Laboratório Búrigo/Divulgação/Portal Engeplus
Por Redação Engeplus Em 13/01/2021 às 11:21

Entre as principais informações relacionadas à pandemia no ano, está a identificação do primeiro caso e o aparecimento de suspeitos infectados pela nova variante do coronavírus no Brasil. A cepa reportada pela primeira vez no Reino Unido no mês de novembro, mais contagiosa segundo pesquisas científicas, também é identificada nos testes disponíveis pelo Laboratório Búrigo.

Mesmo com a alteração em uma das proteínas do gene do SARS-COV2 que distingue a nova variante, conhecida como B117, os métodos utilizados nos exames identificam múltiplas partes do vírus. "Sendo o coronavírus, os testes detectam com alta precisão. Se o paciente estiver com o vírus, independente da linhagem, o resultado vai ser positivo, porém não é possível determinar a cepa específica", explica o diretor do Laboratório Búrigo, Renan Grijó Búrigo.

Antes de se fazer o teste, continua sendo primordial o acompanhamento médico, para que esse profissional indique o exame adequado de acordo com o histórico clínico e os sintomas apresentados pelo paciente, frisa Renan.

Os laudos dos exames RT-PCR para identificação do coronavírus emitidos pelo Laboratório Búrigo são fornecidos sempre em português e inglês, podendo ser usado como comprovante em aduanas estrangeiras.