InternetData CenterAssinante

Criciúma com mais de seis mil pessoas na fila por cirurgias eletivas

Secretário de Saúde, Acélio Casagrande, falou sobre o assunto
Criciúma com mais de seis mil pessoas na fila por cirurgias eletivas
Foto: Mauricio Veira / Arquivo / Secom
Por Rafaela Custódio Em 21/10/2021 às 08:30

Criciúma tem cerca de 6,1 mil pessoas esperando por cirurgia eletiva com urgência. Esse número aumentou no último ano em virtude da pandemia da Covid-19. Mas o Governo do Estado já retornou com os procedimentos e a Secretaria de Saúde do município está buscando aumentar o número de cirurgias realizadas. 

As especialidades com maior número de pacientes são ortopedia, neurocirurgia e cardiologia. “Nós fornecemos consultas nas Unidades Básicas de Saúde, consultas com especialistas e na necessidade de tratamento cirúrgico o paciente é encaminhado, sendo liberados os exames necessários. O que está ao alcance da Prefeitura de Criciúma é realizado, mas a responsabilidade da liberação do procedimento cirúrgico é do Estado, mas devido ao contexto da pandemia, as cirurgias eletivas sofreram diversas interrupções", comentou o secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande

Na última terça-feira, Casagrande esteve reunido com o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, e solicitou que o números de cirurgias eletivas fossem aumentadas. “Hoje, de alta complexidade, são realizados em Criciúma 194, queremos aumentar para mais 150 procedimentos. Estamos trabalhando com o Estado para aumentar”, finalizou.

Leia mais sobre: