InternetData CenterAssinante

Transporte de pacientes por aplicativo gera resultados positivos em Criciúma

Sistema contempla os pacientes submetidos à hemodiálise, radioterapia e quimioterapia
Transporte de pacientes por aplicativo gera resultados positivos em Criciúma
Por Redação Engeplus Em 15/07/2020 às 15:15

Prestes a completar um mês à disposição dos pacientes submetidos a procedimentos médicos, o novo sistema de transporte de pacientes implantado em Criciúma já gerou resultados positivos à Administração Municipal. Desenvolvida pela Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) da Prefeitura de Criciúma, a iniciativa utiliza os serviços oferecidos pela empresa MOP Motorista Particular para transportar os pacientes que fazem hemodiálise, radioterapia e quimioterapia em Criciúma.

Em quatro semanas, mais de 1,1 mil viagens foram contabilizadas pela Administração Municipal, totalizando 8,2 mil quilômetros percorridos. Somente em hemodiálise, o projeto atende 57 pacientes por semana. “A ideia do projeto é humanizar o sistema de transporte de pacientes, prezando pelo bem-estar das pessoas e oferecendo um serviço de qualidade, com motoristas preparados e bons veículos”, conta o coordenador da Central de Monitoramento do aplicativo de transporte da Secretaria Municipal de Saúde, Evandro Bortolotto Prêmoli.

Idealizada no Paço Municipal Marcos Rovaris, a Central de Monitoramento é o setor responsável por agendar o transporte dos usuários, auxiliar os pacientes e acompanhar os veículos em tempo real. “Muitos pacientes não sabem manusear um aplicativo mobile e não têm acesso à internet. A gente faz todo o plano logístico do sistema e entra em contato com os pacientes e com os motoristas, agilizando a ida às unidades hospitalares e o retorno dos pacientes às residências”, explica o coordenador.

O novo sistema de transporte de pacientes, além de oferecer mais conforto às pessoas, proporciona economia à prefeitura. “Nós repassamos R$ 1,77 por quilômetro rodado à MOP. O custo anterior era de aproximadamente R$ 3,40”, pontua o secretário municipal de Saúde, Acélio Casagrande. “Idealizamos uma maneira de facilitar a vida dos pacientes, reduzimos custos de transportes e os gastos com a manutenção de veículos oficiais. O projeto está sendo um sucesso e vai melhorar ainda mais, com serviços humanizados”, complementa.

Próximos passos

A Prefeitura de Criciúma pretende estender os serviços prestados pelo sistema implantado pela Secretaria Municipal de Saúde. Nos próximos meses, os pacientes submetidos à fisioterapia e os profissionais da área da saúde da prefeitura devem ser contemplados pela iniciativa. “Queremos facilitar a locomoção dos profissionais que precisam atender pacientes acamados”, afirma Prêmoli. O contrato firmado entre Prefeitura de Criciúma e a empresa garante 500 mil quilômetros em transporte de pacientes durante 12 meses.