InternetData CenterAssinante

Criciúma intensifica guerra contra Covid-19

Município estabeleceu tolerância zero para cidadãos que descumprirem regras sanitárias
Criciúma intensifica guerra contra Covid-19
Foto: Divulgação/Decom
Por Redação Em 31/07/2020 às 20:40

O número de pessoas diagnosticadas com Covid-19 segue aumentando no Sul de Santa Catarina. Em Criciúma, para fortalecer a prevenção e o combate ao novo coronavírus, a Administração Municipal idealizou a campanha ‘Criciúma na guerra contra o coronavírus’, lançada há duas semanas. Coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde, a iniciativa intensificou as fiscalizações que visam o cumprimento das medidas estabelecidas pelo decreto municipal n° 815/2020, de 25 de junho de 2020, além de decretos e portarias da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Com o apoio da Equipe Multi-Institucional, a campanha estabelece tolerância zero para os cidadãos que descumprirem as regras sanitárias de combate à pandemia. “Com a ajuda dos criciumenses, que devem respeitar as normas sanitárias, não precisamos fechar estabelecimentos comerciais e decretar lockdown. Formamos um grande exército para orientar os moradores e fiscalizar o cumprimento dos decretos. Nós declaramos uma verdadeira guerra contra o coronavírus e, com certeza, vamos vencê-la”, pontua o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

Nos últimos dias, por conta do descumprimento de regras sanitárias, a Administração Municipal interditou seis estabelecimentos no município. Segundo dados da Vigilância Sanitária de Criciúma, foram emitidas 178 notificações, além de 570 orientações registradas. “Já autuamos estabelecimentos e até moradores, que promoveram festas particulares e ignoraram a obrigatoriedade do uso de máscara. Nós precisamos da colaboração de todos para vencermos essa guerra”, destaca o secretário municipal de Saúde, Acélio Casagrande.

Em Criciúma, o descumprimento das regras descritas no decreto municipal n° 815/2020, como a obrigatoriedade do uso de máscara, proibição de aglomerações de pessoas, respeito ao distanciamento e proibição de festas e eventos particulares, pode gerar multas que variam de R$ 1,9 mil a R$ 5,8 mil, além de processo criminal por descumprimento das medidas de combate à Covid-19. “O município de Criciúma está fiscalizando, orientando e cobrando o cumprimento das regras, com tolerância zero. Em prol da saúde pública, essa responsabilidade é de todos”, ressalta Salvaro.

 

Denúncias

Os criciumenses que queiram denunciar o não cumprimento das normas estabelecidas pelos órgãos governamentais podem entrar em contato via WhatsApp, através do telefone (48) 99193-6259, ou pelo aplicativo PMSC Cidadão, disponível para download na App Store e no Google Play. Denúncias também podem ser repassadas à Polícia Militar, via 190, e à Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) de Criciúma, via 199.


Colaboração: Jhulian Pereira

Leia mais sobre: