InternetData CenterAssinante

Asilo São Vicente: em dez dias, 35 idosos e 8 funcionários são registrados com Covid

Dois idosos, uma mulher e um homem, positivos para o vírus, morreram durante esse período
Asilo São Vicente: em dez dias, 35 idosos e 8 funcionários são registrados com Covid
Foto: Divulgação
Por Jessica Rosso Em 18/09/2020 às 16:02

Desde o dia 5 de setembro, o Asilo São Vicente de Paulo, localizado em Criciúma, tem registrado casos de coronavírus. Em dez dias, 35 idosos e 8 funcionários foram contaminados. Até então, ninguém havia positivado para o vírus. De acordo com o presidente do Asilo, José Hélio de Lucca, dos idosos contaminados, dois faleceram (uma mulher e um homem), nove  estão no Centro de Tratamento Coronavírus (CTC) do Rio Maina, um está hospitalizado no São José, um está com familiares, e nove estão internados no Hospital São Roque, em Morro da Fumaça. Os demais retornaram para a instituição.

Em entrevista na Rádio Eldorado à jornalista Karol Carvalho, o presidente explicou que foram dois os fatores para a contaminação. "Com relação ao protoloco que estabelecemos no início (a proibição das visitas), ele vinha sendo cumprido à risca. Estávamos intensificando os métodos de controle, mas o que acontece, é que são 45 funcionários e apesar de todos os cuidados que tomamos, eles se deslocam todos os dias para os seus lares. Além disso quando necessário os idosos são deslocados para o hospital, e eles não teriam como se contaminar se não fosse por isso. Então os fatores foram os 45 funcionários e os idosos que precisaram ir para os hospitais", contou.

As visitas estão proibidas desde o início do mês de março. Até o dia 5 de setembroo asilo havia tido apenas dois casos suspeitos, que depois foram descartados. Conforme o presidente, todos os casos foram isolados, sendo que o espaço possui um espaço para isso. Funcionários contaminados foram afastados. A estrutura também passou por um processo de descontaminação e o controle passou a ser ainda mais intensificado. Os idosos passam por uma testagem a cada 15 dias.

Leia mais sobre: