InternetData CenterAssinante

Médicos param de realizar atendimento no Hospital São Marcos nesta quinta-feira

Apesar da greve do corpo clínico, hospital e pronto socorro funcionam normalmente
Médicos param de realizar atendimento no Hospital São Marcos nesta quinta-feira
Por Heitor Carvalho Em 17/09/2019 às 14:40

Os médicos que compõem o corpo do clínico do Hospital São Marcos de Nova Veneza comunicaram a diretoria do Instituto Maria Schmitt (IMAS) - responsável por gerir o hospital - que quinta-feira, dia 19, eles entram em greve. O motivo é o atraso de dois meses de salários.

De acordo com Ricardo Ghelere, presidente do IMAS, essa situação é fruto da antiga administração do hospital, que era conduzida pelo Instituto Civitas de Desenvolvimento Humano. “Estamos no aguardo do repasse de R$ 184 mil por parte do Civitas, que é quem recebe o repasse do Governo do Estado”, afirma.

Ainda segundo o presidente, a expectativa é que o repasse aconteça até amanhã. “Eles informaram que o repasse será realizado entre hoje e amanhã de manhã, mas caso isso não aconteça, vamos procurar outras formas de sanar esse problema”.

Apesar da paralisação por parte dos médicos que realizam as visitas aos pacientes, Ghelere afirma que o atendimento a população não será prejudicado. “Tudo está funcionando normalmente e irá continuar a funcionar, seja no hospital, seja no pronto socorro”, declara.

Enquanto o repasse não acontece, o presidente do IMAS garante que o valor de R$ 184 não representa o valor da dívida com os médicos. “A soma dos salários atrasados é menor do que o valor que receberemos”, esclarece Ghelere, que reforça que o recurso existe, porém não está de posse do IMA, que depende do repasse.