InternetData CenterAssinante

Exames apontam que crianças morreram por bactérias diferentes; ambas causam meningite

Uma criança foi diagnosticada com bactéria meningococo e a outra com meningite bacteriana
Exames apontam que crianças morreram por bactérias diferentes; ambas causam meningite
Foto: Thiago Hockmüller/Arquivo Engeplus
Por Rafaela Custódio Em 27/09/2019 às 11:20

A prefeitura de Criciúma recebeu nesta sexta-feira, dia 27, os resultados dos exames das duas crianças que morreram nessa semana no Hospital Materno Infantil Santa Catarina (HMISC). O primeiro caso foi registrado na segunda-feira com um bebê de sete meses e o segundo na terça-feira com uma criança de 1 ano e cinco meses. Os dois meninos que faleceram estavam matriculados no Centro de Educação Infantil (CEI) AFASC Beato Aníbal Maria di França, do bairro São Francisco. 

De acordo com os resultados, o bebê de sete meses morreu devido a meningococcemia, causada pela bactéria meningococo infectadas e que causam meningite. Já o segundo menino, contraiu meningite bacteriana e os casos são diferentes. “Ainda faltam alguns resultados de exames. Mas as duas bactérias possuem gravidades. O primeiro caso a letalidade é maior”, explica Michele Hilário, coordenadora do setor de agravos da Vigilância Epidemiológica de Criciúma. 

Ações preventivas 

Além do dois meninos que faleceram, mais oito crianças foram internadas, sendo que todas já foram liberadas. A prefeitura municipal realizou uma ação de higienização nos Centros de Educação Infantil (CEI) AFASC e nas escolas. “Nesta sexta-feira estamos orientando os pais e responsáveis no bairro Boa Vista. Estamos realizando visitas nas residências e tirando dúvidas da comunidade. Na próxima segunda-feira as aulas retornam normalmente”, comenta Michele. 

Ainda de acordo com Michele, mais de 220 pessoas foram medicadas nos últimos dias. “Pais, professores, familiares e outras pessoas que tiveram contato com as crianças nós realizamos medicações para prevenir que novos casos aconteçam”, finaliza.

 

Leia mais sobre: